Classificados

VÍDEOS

Apaixonados por carros antigos se reúnem em Penápolis
Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar

SUA OPINIÃO

Você tem respeitado a quarentena e ficado em casa neste período de pandemia?


CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

12/06/2014

Zeca Monteiro reclama atendimento da central de vagas para emergência

A Câmara Municipal de Penápolis, por iniciativa do vereador Zeca Monteiro (PT), requereu segunda-feira ao governo de São Paulo e administração municipal, esclarecimentos sobre o atendimento da central de vagas para emergências em casos de Saúde. A medida foi motivada pelo registro de dificuldades  no setor. Na sexta-feira, uma criança de poucas semanas, após engasgar  com alimento,  morreu no Pronto Socorro Municipal enquanto aguardava vaga para transferência. A espera ocorreu da meia noite até as 9 horas. Zeca Monteiro citou também outro caso de uma idosa com fratura na coluna e que esperou quatro dias no Pronto Socorro Municipal. O vereador questiona quem deve ser responsabilizado quando o pedido de transferência não tem atendimento em tempo apropriado pela Central de Vagas ao ponto do paciente vir a óbito. 
Zeca Monteiro busca  esclarecimentos sobre quais providências serão tomadas com objetivo de apurar o caso em que a criança morreu. O problema  na área levou o vereador a defender o atendimento a Penápolis com Central de Vagas por São José do Rio Preto. 
O vereador Alexandre Gil (PT), disse que contatou a Promotoria de Justiça da Infância sobre as dificuldades no atendimento à criança no aguardo de transferência no PS. “Temos que nos mobilizar, somando esforços com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente e Conselho Tutelar para evitar que fatos como esses se repitam”. 
O vereador Francisco José Mendes, o Tiquinho (PSDB), repercutiu que atendimentos em UTI Neonatal configuram situação muito complicada. “Tive um caso em que a prefeitura se comprometeu a arcar com os gastos  da transferência de uma criança para a UTI Neonatal em Lins e mesmo assim não conseguimos vaga”. 
 
Juventude
A pedido do vereador Rodolfo Valadão Ambrósio, o Dr. Rodolfo (PROS), a Câmara Municipal  adiou projeto de regulamentação da criação do cargo de chefe de serviço de coordenação  especial  de políticas da juventude. O projeto de  criação de política de progressão salarial aos ocupantes  de cargos de secretário municipal foi retirado pelo Executivo. 
O projeto da Lei das Diretrizes Orçamentárias (LDO), de 2015, teve aprovação em 1ª discussão.                    

Imprensa/Câmara

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2020 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.