Classificados

VÍDEOS

Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar
Apaixonados por carros antigos se reúnem em Penápolis

SUA OPINIÃO

Você aprovou o novo aplicativo de notícias do DIÁRIO DE PENÁPOLIS?


CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

08/10/2019

Votação define novos conselheiros tutelares de Penápolis

Imagem/Rafael Machi
Detalhes Not�cia
Apuração dos votos terminou às 23h00 e foi acompanhada pelos candidatos e demais pessoas

DA REPORTAGEM

Os penapolenses elegeram neste domingo (06) os cinco novos conselheiros tutelares que irão atuar no período de 2020 e 2023. Além deles, foram eleitos ainda cinco suplentes que podem ser acionados se um dos titulares, por qualquer motivo, deixar o Conselho. A votação se estendeu durante todo o dia de domingo na EE Augusto Pereira de Moraes, único ponto de votação e foi dividido em 11 urnas de votação, e o eleitor podia votar em até cinco candidatos. 
Os conselheiros eleitos foram: Aline Rahal, com 1.208 votos; Vânia Santino (801); Paulo Quintana (797); Jhonatan Milla (778) e João dos Santos Jaó (609). Destes, já atuam no Conselho Tutelar Aline, Vania e Jaó, os quais foram reeleitos. Paulo e Jhonatan nunca haviam sido eleitos para o cargo.
Os suplentes eleitos no processo foram Ruth Pereira Dias (598); Mi Nakamura (582); Sabrina Brandão Torrezan (555); Roberto Bastos (484) e Sidney Psicólogo (482). O processo foi organizado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), que contabilizou quase quatro mil eleitores presentes na votação, o que representa um aumento de 37% dos eleitores em relação ao último pleito, que teve a participação de 2,9 mil eleitores. A participação do eleitor não é obrigatória nesta eleição para o Conselho Tutelar.

Apuração
Com a votação encerrada no fim do dia, a apuração teve início às 17h30 no ginásio municipal de esportes Antônio Castilho Braga, o Gigantão Azul. 
Além dos próprios candidatos, familiares, amigos e demais pessoas puderam acompanhar a apuração, das cédulas, já que o processo de eleição não conta com urnas eletrônicas. 
A cada resultado parcial divulgado pela organização os candidatos comemoravam, sendo que o resultado final foi divulgado somente por volta das 23h00, oportunidade em que o público presente aplaudiu os eleitos e os parabenizaram pela conquista. Muitos candidatos que não haviam sido eleitos e que continuavam pelo local também fizeram questão de cumprimentar aos colegas concorrentes.

Avaliação
Todo o processo também foi acompanhado pela promotora da Vara da Infância e Juventude de Penápolis, Flávia de Lima e Marques. Ela avaliou o pleito como sendo positivo. “Não tivemos nenhum incidente grave ou algo que tenha demandado uma atenção especial. Agora é aguardar para saber se teremos alguma demanda após o processo através de denúncias para saber se haverá a necessidade de algum tipo de investigação, mas em geral foi tudo bem tranquilo”, afirmou a Promotora.
Ela também disse que a expectativa agora é de que os eleitos possam fazer um bom trabalho frente ao Conselho Tutelar de Penápolis. “Espero que consigamos trabalhar em rede, que os envolvidos com a proteção da criança e do adolescente possam se articular e que atuem não somente nas situações mais graves, mas também na prevenção, algo que é muito importante neste meio”, enfatizou. 
Da mesma forma o presidente do CMDCA, Paulo Henrique Sanchez, avaliou o processo eleitoral de forma bastante positiva. “Não tivemos a manifestação contrária ao processo de qualquer candidato ou outra pessoa durante todo o dia e também em relação a apuração, isso mostra a credibilidade da eleição, de todos os que atuaram e da comissão organizadora, que muito se esforçou para que tudo pudesse acontecer conforme o esperado. É claro que tivemos alguns contratempos, principalmente na apuração, mas ocorreu tudo bem e podemos avalizar de forma muito positiva”, ressaltou. 
Paulo também destacou que espera uma boa atuação dos eleitos. “Tivemos três candidatos reeleitos, os quais esperamos que continuem com seu trabalho de acordo com suas atribuições e responsabilidades em relação a garantia de direitos de crianças e adolescentes e o acompanhamento desta demanda quando tiverem a violação de seus direitos. Tivemos também dois novos eleitos, que esperamos que também atuem da mesma forma como os demais que se apresentaram para atuar no Conselho Tutelar de Penápolis”, finalizou. 

Confira a votação de cada candidato:

Aline Rahal – 1.208
Tony Carlos – 390
Sidney Psicólogo – 482
Cris da Perfumaria – 442
Dani Ribeiro – 111
Diogo Corassa – 329
Elisângela Crivelari – 263
Fabrício Tales – 61
Flaviana Castilho – 73
Iolanda Bachiegga – 454
Jhonatan Milla – 778
João Jaó – 609
Pastora Joelma – 302
Laiza Casula – 117
Larissa Azadinho – 217
Professora Luciana – 84
Maiara Fermiano – 254
Maíza Moreira – 270
Sueli da Creche – 160
Micaele Augusto – 203
Mi Nakamura – 582
Nathália Foizer – 232
Paulo Quintana – 797
Roberto Bastos – 484
Ruth Pereira Dias – 598
Sabrina B. Torrezan – 555
Sueli da Utilaço – 269
Professora Tamiris – 270
Tereza Rodrigues – 243
Tomie Shinkai – 86
Vanessa Pacanaro – 323
Vânia Brito Santino – 801
Zilson Papai Noel – 476

(por Rafael Machi)

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2019 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.