Classificados

VÍDEOS

Residência pega fogo em Penápolis
Penápolis no programa Cidade contra Cidade do SBT em 1989

CLIMA

Tempo Pen�polis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endere�o Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

08/12/2018

Vereador pede reabertura de posto da CPFL em Penápolis

Imagem/Imprensa Câmara
Detalhes Not�cia
Posto de atendimento da CPFL tem defesa do vereador Ziza para reabertura

A Câmara Municipal de Penápolis aprovou segunda-feira, dia 3, requerimento do vereador Adalgiso do Nascimento, o Ziza (MDB), na defesa  de reabertura do posto de atendimento  da CPFL em Penápolis. O emedebista relatou que o fechamento da unidade gera dificuldades no setor. “Recebi muitas reclamações de quem precisou do atendimento da CPFL após o fechamento do posto de atendimento na cidade. A empresa cobra caro e deve ter maior consideração ao seu consumidor”.
O vereador  Roberto Delfino (MDB), reforçou que a CPFL  tem tarifas elevadas de energia elétrica e a manutenção do posto de atendimento consiste num serviço básico. 
A vereadora Ester Sezalpino Mioto (PSD), disse que  o fechamento pela CPFL representa  um grande  desrespeito à população e sugeriu a formação de um grupo para cobrar a empresa em sua sede regional. O vereador Júlio Caetano (PSD), reforçou apoio ao pedido pela reabertura do posto de atendimento e também repercutiu o preço caro da energia elétrica.
O vereador Francisco José Mendes, o Tiquinho (PSDB), relatou que a CPFL  foi vendida para empresários chineses. O  tucano considerou que o fim do posto da empresa  na cidade ocorreu  de forma muito rápida e que o atendimento por telefone e internet ainda traz muitas dificuldades.

Moção
A Câmara Municipal aprovou Moção de Congratulação, de autoria do vereador Nardão Sacomani (DEM), para Simone Correia Chótolli, pelo trabalho voluntário com corte de cabelo  no Lar Vicentino, Casa de Repouso Harmonia e Hospital Espírita João Marchesi.

Polícia
A Câmara Municipal aprovou projeto do Executivo para o início do programa “Atividade Delegada”, através do  trabalho de policiais  em dia de folga  custeados pela  prefeitura.  A iniciativa estabeleceu a  fixação do pagamento da gratificação  por hora no valor equivalente a uma Ufesp (R$ 25,70)  para subtenente, 1º sargento, 2º sargento, 3º sargento, cabo, soldado e policial civil que não seja delegado. Já para  coronel, tenente-coronel, major, capitão, 1º tenente, 2º tenente e delegado de polícia, são 1,41 Ufesp (R$ 36, 23). No início, a Atividade Delegada terá a participação de dois policiais.

Imprensa/Câmara

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2024 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade