Classificados

VÍDEOS

Residência pega fogo em Penápolis
Penápolis no programa Cidade contra Cidade do SBT em 1989

CLIMA

Tempo Pen�polis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endere�o Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

21/03/2019

Tibinha, ex-prefeito de Avanhandava, morre aos 68 anos

Imagem/Arquivo DIÁRIO
Detalhes Not�cia
Tibinha foi prefeito em Avanhandava por três anos, entre 2001 e 2003

DA REPORTAGEM

Morreu na manhã desta quarta-feira (20) o ex-prefeito de Avanhandava, Antônio Calixto Portella, popularmente conhecido como Tibinha. Ele deu entrada na Unidade de Saúde daquela cidade com falta de ar desde o dia anterior. Segundo divulgado pelo jornalista Odair Vicente, em sua página no Facebook AvaNews, o quadro de saúde do ex-prefeito piorou, não havendo tempo de socorrê-lo a um hospital da região, falecendo aos 68 anos. 
O prefeito de Avanhandava, Cido Vaneroni decretou luto oficial de três dias.
Tibinha foi prefeito de Avanhandava no período de janeiro de 2001 a dezembro de 2003. Antes disso ele já havia concorrido em eleições anteriores, mas sem conseguir se eleger. Em 2008, ele tentou concorrer novamente ao cargo de Chefe do Executivo pelo PDT, mas renunciou às vésperas das eleições. 
Na época, ele teve o registro da candidatura impugnado pela Justiça Eleitoral depois de ter sido condenado a 2 anos, 8 meses e 20 dias de prisão por desvio de dinheiro público, estando preso. 
Tibinha havia sido acusado de se apropriar de pouco mais de R$ 6 mil da Prefeitura por meio de notas emitidas por uma empreiteira, fato que teria ocorrido entre agosto e setembro de 2001. A denúncia teria sido feita pela própria empresa, alegando ter sido obrigado a emitir as notas para receber o pagamento em relação aos serviços prestados. 
O ex-prefeito foi preso em 23 de julho de 2008 e só deixou a cadeia em 26 de março de 2009, por meio de habeas corpus. Em maio de 2010, ele voltou a ser preso, pois o TJ-SP julgou o recurso em definitivo, mantendo a sentença proferida pela Justiça de Penápolis. 
O velório do corpo de Tibinha iniciou na tarde de ontem e seguiria até esta quinta-feira (21) na Câmara Municipal de Barbosa, mas até o fechamento desta edição o horário de sepultamento ainda não havia sido definido.

(Rafael Machi)

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2024 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade