Classificados

VÍDEOS

Penápolis no programa Cidade contra Cidade do SBT em 1989
Residência pega fogo em Penápolis

CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

26/11/2006

Temperaturas altas também prejudicam produção de hortaliças

Detalhes Notícia

Devido a esse período de estiagem, com falta de chuvas e temperaturas elevadas, a produção de hortaliças nas hortas comunitárias de Penápolis tem sido visivelmente prejudicada. De acordo com o técnico agrícola da Prefeitura, Márcio José de Farias, que é responsável pelo projeto das Hortas Comunitárias, de setembro a fevereiro, normalmente a produção cai um pouco. “Apesar de serem regados diariamente, os canteiros têm sofrido muito com a escassez de chuva e principalmente com o sol forte que incide sobre as verduras deixando-as amareladas com aspecto de queimadas” – explica Márcio.

Diante desse quadro, o técnico agrícola propõe outras culturas que podem ser plantadas no verão. “Para esse período de altas temperaturas, o aconselhável é que a comunidade comece a plantar outras variedades como a abobrinha, cenoura, beterraba, salsinha, couve, milho verde, quiabo, berinjela e jiló” – enumera.

“As famílias que participam das hortas comunitárias têm o costume de plantar alface e cebolinha. Cerca de 50% dos canteiros são compostos por alface. Entretanto, é a verdura mais prejudicada nesse período” – informa.

Márcio conta que é preciso criar o hábito de cultivar também outras hortaliças, para que nunca se perca a produção por causa da temperatura. “Se não convém plantar alface agora, vamos plantar beterraba de dois quilos” – brinca o técnico agrícola sobre o fato inusitado da beterraba de 2,335 quilos que foi colhida na horta comunitária do bairro Jardim Boa Vista na última quinta-feira.

 

Outra alternativa

Outra forma de contornar as altas temperaturas do verão e garantir hortaliças vistosas e de boa qualidade, é a construção de estufas caseiras. Foi a medida encontrada pelas famílias beneficiadas da Horta Comunitária da Cunha Cintra, no Centro. O técnico agrícola elogia a iniciativa da comunidade. Segundo ele, os moradores que participam do projeto adquiriram por conta própria os sombrites e os arames; em contrapartida, a Prefeitura entrou com a mão de obra e as estacas de sustentação. Dessa forma, foi possível viabilizar a estufa caseira nessa horta protegendo as hortaliças no canteiro. A Horta da Cunha Cintra funciona há oito meses e foi viabilizada em um terreno particular cedido pelo proprietário em benefício da comunidade.

A administração ajudou com a infra-estrutura na construção do alambrado, ligação de água e orientação técnica para o cultivo e doação de sementes. Secom – PMP

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2024 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade