Classificados

VÍDEOS

Residência pega fogo em Penápolis
Penápolis no programa Cidade contra Cidade do SBT em 1989

CLIMA

Tempo Pen�polis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endere�o Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

05/03/2008

Suposto rompimento de cabo deixa a cidade sem comunicação

Um suposto rompimento de um cabo de transmissão da Telefônica (a princípio chegou-se a comentar que se tratava de um furto), em local não revelado, deixou a cidade sem comunicação, tanto por telefone, como pela internet, ontem das 10h45 até às 14h50. Além dos telefones ficarem mudos, vários serviços essenciais, como Casas Lotéricas e algumas agências bancárias que dependem de sinais fornecidos pela operadora, não puderam atender seus clientes. No Banco do Brasil, pelo fato do sistema ser interligado diretamente ao satélite, o atendimento foi normal. “Apenas os telefones ficaram mudos durante o período”, comentou a gerente de segmento do Banco do Brasil, Luciane Martins Fatore Trindade. O movimento de clientes, entretanto, ficou muito acima do esperado para o dia. O motivo era o fato de clientes de outras agências, por não conseguirem atendimento, procurarem o Banco do Brasil para quitarem suas contas. “Também por não conseguirem falar diretamente por telefone, muitos clientes precisaram se deslocar até a agência à procura de atendimento”, destacou a gerente.
Na Polícia Militar, que recebe diariamente inúmeros chamados, o funcionamento alternou em períodos de funcionamento. Entre as agências que tiveram problemas estava o Bando Itaú. Segundo o gerente operacional, Odair Airton Severino, sem telefone e condições de operar os equipamentos, a solução foi de apenas informar aos clientes a impossibilidade de atendimento. “Não recebemos nenhuma informação oficial por parte da operadora do serviço quanto à razão do problema”, afirmou Odair. As Casas Lotéricas tiveram que interromper o atendimento tanto na realização de apostas como demais procedimentos, entre eles o recebimento de contas e apostas. “Tivemos o sistema interrompido e consequentemente durante este tempo os clientes que nos procuraram não puderam receber atendimento”, afirmou o proprietário da Lotérica União, Ercílio Alves da Silva. Tão logo o sinal foi restabelecido, o atendimento voltou ao normal. A Reportagem tentou, junto a Telefônica, obter informações sobre a causa do problema, mas não obteve retorno. (SRF)

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2024 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade