Classificados

VÍDEOS

Penápolis no programa Cidade contra Cidade do SBT em 1989
Residência pega fogo em Penápolis

CLIMA

Tempo Pen�polis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endere�o Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

05/04/2015

Sesi: Obras estão novamente paralisadas em Penápolis

Rafael Machi
Detalhes Not�cia
Com o abandono da obra, areia e mato alto tomam conta do espaço

DA REPORTAGEM

Novamente a construção da Escola Sesi (Serviço Social da Indústria) está paralisada. Esta é a segunda vez que a obra, iniciada em 2011 e orçada em mais de R$ 14 milhões, enfrenta problemas para ser concluída. A primeira previsão era de que os trabalhos seriam finalizados em um ano. Em 2014, o presidente da Fiesp (Federação das Industrias do Estado de São Paulo), Paulo Skaf, esteve visitando as obras na cidade e havia prometido sua conclusão para o mês de julho daquele ano.
Entretanto, quem passa no local visualiza uma situação bem diferente. A construção do prédio, que conta com quadra poliesportiva coberta, está bastante adiantada, mas ainda está longe de ser concluída. No local é possível encontrar apenas um vigia, o mato toma conta dos espaços que deveriam conter grama e também a calçada do prédio que ainda não foi concluída. A situação de abandono também é refletida nas pedras que deveriam compor a calçada, mas estão empilhadas. Por fora o prédio aparenta estar concluído, mas é possível perceber ainda que as salas de aulas precisam passar por melhorias. A primeira empresa a assumir a obra foi a MVG Engenharia e Construção Ltda, após vencer licitação. No entanto, a empresa rescindiu o contrato depois de decretar recuperação judicial. Novamente uma licitação foi aberta, sendo vencida pela empresa Erco Construções, em 2013, mas os trabalhos foram paralisados pela segunda vez.

Justificativa
Em nota, o Sesi informou que a empresa contratada alega problemas financeiros e que por isso interrompeu os trabalhos, não cumprindo as exigências contratuais.
O Sesi informou também que já tomou as providências legais em relação ao fato, buscando uma solução rápida para o problema. “A empresa já foi notificada e, caso não prossiga com a obra, haverá a rescisão contratual”, disse a nota enviada pela Assessoria de Imprensa do Sesi.
O Sesi ressaltou ainda que 80% dos trabalhos estão concluídos e que assim que as obras sejam finalizadas “os alunos migrarão para o novo prédio, independentemente da realização de uma solenidade de inauguração, ainda sem data prevista”, finalizou a nota. A nova escola beneficiará cerca de 700 alunos dos ensinos fundamental, médio e da Educação de Jovens e Adultos.  O Sesi teve sua construção iniciada em 2011 e já faz parte da nova etapa para a consolidação do novo modelo educacional da entidade iniciado em 2007. Com essa reestruturação, todas as unidades da rede adotaram o ensino fundamental em tempo integral e o ensino médio articulado com a educação profissionalizante do SENAI-SP ou do próprio SESI-SP. Os prédios já entregues oferecem equipamentos modernos e ambientes amistosos para o processo de aprendizagem.

(Rafael Machi)

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2024 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade