Classificados

VÍDEOS

Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar
Residência pega fogo em Penápolis

CLIMA

Tempo Pen�polis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endere�o Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

22/06/2022

Servidores municipais: Câmara tenta evitar perdas em cesta básica

Imagem/Imprensa Câmara
Detalhes Not�cia
Sessão da Câmara Municipal teve na segunda-feira novo adiamento de projeto do Executivo sobre atualizações na composição da cesta básica dos servidores municipais

A Câmara Municipal de Penápolis adiou segunda-feira, dia 20, pela segunda vez, projeto do Executivo sobre ajustes  na composição da cesta básica dos servidores municipais. A iniciativa ocorre numa atuação do Legislativo para tentar  promover compensações na atualização de algumas medidas reduzidas de itens de alimentos.  
O vereador Altair Reis (Cidadania) apresentou emenda passando de 1 kg de macarrão para 2 kg, 04 unidades de sabonetes de 85 gramas cada para 5 unidades, 1 unidade de milho verde (lata ou sache de 170 gramas) para 2 unidades e 2 pacotes de papel higiênico com 4 rolos cada para 02 pacotes com  4 rolos  de 40 a 60 metros cada.  
O vereador Rodolfo Valadão Ambrósio, o “Dr. Rodolfo” (PSD) disse que as alterações pela emenda geram despesas à administração municipal, o que não pode ser feito pelo Legislativo. Altair Reis repercutiu que a propositura de sua autoria busca compensação na cesta por outras perdas em reduções de medidas. 
O vereador Paulinho do Esporte (DEM) falou que durante a tarde na segunda-feira houve avanço com o chefe de gabinete, Daniel Rodrigueiro, para apresentação de emenda de complemento pelo Executivo, o que mais tarde não teve efetivação.  
O vereador Nelson Kbção (Cidadania) reclamou que a atualização na cesta dos servidores tem a redução de gramas em 10 itens. 
O vereador Júlio Caetano (PSD) requereu o novo adiamento do projeto numa tentativa de mais discussão para atendimento pelo Executivo. 
O vereador Batata (PSDB) afirmou que atualmente os servidores municipais têm tido prejuízo com recebimento da cesta em  dinheiro. 
A vereadora Professora Jandineía (PT)  criticou a desmarcação de reuniões pelo  Executivo que eram para ocorrer com maior antecedência da votação do projeto da cesta básica. 
O vereador Isanoel Ditinho (PODEMOS) reiterou pedido ao prefeito  para evitar perdas na cesta básica dos servidores municipais. 
O vereador Professor Bruno (PSD) disse que existe garantia do valor da cesta básica ser o mesmo.

Imprensa/Câmara

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2022 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade