Classificados

VÍDEOS

Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar
LIVE SOLIDÁRIA BANDA TUNA

CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

07/04/2021

Santa Casa consegue compra de sedativos; aumento chega a 1.300%

Imagem/Rafael Machi
Detalhes Not�cia
Santa Casa anunciou compra de sedativos disponíveis no mercado, mas demanda e valor dos medicamentos é alto

DA REDAÇÃO

A Santa Casa de Penápolis, em meio às dificuldades que vem enfrentando para a compra de medicamentos anestésicos para serem usados como sedativos em pacientes intubados, em especial naqueles que fazem tratamento contra a Covid-19, informou nesta quarta-feira (07) que conseguiu a compra de mais 100 ampolas do Midazolam, sendo que a previsão é a de que este medicamento possa ser entregue nesta sexta-feira (09).

Nesta semana, o hospital anunciou que tem encontrado muitas dificuldades para comprar os medicamentos usados como sedativos, já que a demanda tem sido grande entre os laboratórios fabricantes com a procura de diversos hospitais pelo medicamento. Além do Midazolam, o Fentanil também é outro anestésico que está em falta nos hospitais de maneira geral, assim como vem ocorrendo na Santa Casa de Penápolis.

Outro fator que vem contribuindo para esta dificuldade na compra dos medicamentos, foi a aquisição administrativa realizada pelo Governo Federal junto às farmacêuticas para a distribuição dos medicamentos em todo o país. Mesmo assim, muitos hospitais tem confirmado a dificuldade na entrega por parte do Governo Federal. 

Para conseguir efetivar a compra do Midazolam, a Santa Casa teve que enfrentar ainda outra dificuldade em relação ao medicamento. Desta vez, o alto preço cobrado pelas farmacêuticas é que tem prejudicado a aquisição. De acordo com o que foi divulgado, uma ampola deste sedativo, que em janeiro era comprada ao valor unitário de R$ 2,70, passou a ser vendida por quase R$ 38. O aumento é de mais de 1.300%.

Confira matéria completa nas edições do DIÁRIO.

Siga-nos também em nossas redes sociais: 

YouTube: https://youtu.be/Qp-uTRCDXNU

Instagram: @diariodepenapolis

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2021 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade