Classificados

VÍDEOS

Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar
Morre o cantor sertanejo Davi, da dupla com Durval

SUA OPINIÃO

Você concorda com a aplicação de multa de R$ 500 para quem não estiver usando máscaras em locais com circulação de pessoas?


CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

22/07/2011

RECONHECIMENTO: Dra. Salete recebe hoje Titulo de Cidadã Penapolense

Arquivo/Diário
Detalhes Not�cia
“Agradeço a todos que trabalham comigo neste segmento e que se empenham para o bem da população”, ressalta Salete

POR TÂNIA PINHEIRO

A delegada de policia Dra. Maria Salete Cavestré Tondatto será homenageada hoje pela Câmara Municipal que realizará sessão solene, às 20h00, para entrega do Título de Cidadã Penapolense, com propositura do vereador Joaquim e apoio dos demais edis.  Salete nasceu em Bauru, onde cursou Direito e foi aprovada em concurso para Delegada de Policia. Ela chegou a Penápolis em 1992, com a missão de assumir a Delegacia da Mulher (DDM), atuando há 19 anos, ininterruptamente, na cidade. Casou-se com Nivaldo Tondatto, também policial civil, com quem teve dois filhos que nasceram em Penápolis. Salete disse que está muito feliz com esta homenagem, pois representa uma importante instituição que atua em prol da sociedade penapolense. “Agradeço a todos que trabalham comigo neste segmento e que se empenham para o bem da população”. Segundo a Delegada, a equipe da DDM atua a principio para acolher a mulher que chega fragilizada, humilhada e desesperançada devido ao sofrimento causado pelas agressões moral e física - via de regra - cometidas por seu companheiro. “Quando a mulher vem à DDM para fazer uma denúncia, muitas vezes, ela não quer registrar queixa contra o seu agressor, então conversamos e a orientamos sobre seus direitos e quais os desdobramentos legais previstos após o registro da ocorrência”, explicou.  Ela disse que o número de denuncias tem aumentado em Penápolis e em todo o país, pois a Lei “Maria da Penha”, em vigor há 5 anos, contribuiu para que as mulheres sintam-se encorajadas a se dirigirem  à DDM pelo respaldo legal que encontram para punir seus agressores. Ela explicou que as prisões só ocorrem quando as demais medidas se esgotam, pois os que têm comportamento violento contra a mulher são orientados e alertados sobre o que pode acontecer senão observarem a legislação. “Algumas vezes, após a instauração do inquérito policial, o Juiz pode decretar a “medida protetiva”, ou seja, aplicada quando a mulher é ameaçada de  morte, o que implica no afastamento total do agressor, e se ele desobedecer a legislação, poderá ser preso”. Além da titularidade da DDM e da Delegacia de Luiziânia, atualmente a Dra. Salete acumula a direção do Ciretran e da Delegacia de Barbosa, devido às férias do Delegado Nivaldo Martins Coelho. Mesmo sendo tão solicitada em seu trabalho, a Dra. Salete declara que se sente muito feliz pelas oportunidades que têm através da DDM, de contribuir para que muitas mulheres sejam amparadas quando passam por dificuldades em sua família,  “a maioria dos casos registrados na DDM, podemos dizer que alcançamos bons resultados, quase sempre favoráveis a um recomeço para os envolvidos”, concluiu.   

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2020 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.