Classificados

VÍDEOS

Penápolis no programa Cidade contra Cidade do SBT em 1989
Residência pega fogo em Penápolis

CLIMA

Tempo Pen�polis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endere�o Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

17/11/2020

PT elege Jandinéia para a Câmara em Penápolis

Imagem/Fernando Almeida - DIÁRIO DE PENÁPOLIS
Detalhes Not�cia
Professora Jandinéia Fernandes (2ª da dir.p/esq.), com sua família. A vereadora foi eleita pelo Partido dos Trabalhadores

DA REDAÇÃO

O Partido dos Trabalhadores (PT) elegeu vereadora, no último domingo (15), a professora Jandinéia Fernandes, com 654 votos. Ela não será a única mulher petista a assumir uma vaga na Câmara de Penápolis, já que Ana Maria Pesquero esteve no Legislativo penapolense por 30 dias. A trajetória petista na vereança começou em 1993, quando o partido passou a ter representatividade, com a eleição de Flávio Valente - também professor.
Após confirmada a sua eleição Jandinéia disse que, primeiramente, agradece a Deus por ter concedido essa oportunidade de representar a população penapolense no Legislativo. “Minha família foi importante nesse processo, dando o suporte para enfrentar todo esse período, cujo resultado foi a minha eleição”, refletiu.
Lembrou que sua candidatura foi uma proposta da Apeoesp (sindicato dos professores), que deliberou sobre a categoria precisar de um representante na Câmara que pudesse defender os professores. “Também tive apoio de outros segmentos, dos pais de alunos da escola em que fui professora e diretora, dos demais professores e funcionários, da educação, bem como de ex-alunos que estavam aptos para votar”, disse.
“Também recebi o apoio de outros eleitores que acreditaram na minha proposta e em mim depositaram as suas esperanças de que dias melhores virão, completou. Ao comentar sobre a atuação na Câmara, Jandinéia lembrou que o mandato é do partido, portanto todas as decisões e votações serão de acordo com o colegiado partidário, que deu sustentação a sua candidatura.
Em nome do Partido dos Trabalhadores, do qual é presidente no diretório municipal, fez questão de agradecer o empenho de todos os 14 candidatos a vereador, que foram muito importantes nessa eleição. “Sem eles, não teríamos conseguido”, observou. 
Agradeceu ao Kadu Domingues por aceitar o convite para representar o partido como candidato a prefeito nessa eleição, bem como ao médico Zeca Monteiro, o vice, que muito contribuiu para o êxito do PT no pleito do último domingo. Ao João Luis, que abraçou o projeto do PT, e aos coordenadores da campanha, representados na pessoa de Roberto Bastos. “Todos estão de parabéns, combatemos o bom combate, e agora é trabalhar por projetos importantes para a cidade, além de reestruturar o partido, finalizou. 
Nos próximos dias, até a diplomação, as lideranças do partido devem se reunir para definir a pauta de trabalho, sempre buscando o consenso para atender às  expectativas da população.

HISTÓRICO 
O Partido dos Trabalhadores, em Penápolis, iniciou sua representatividade no Legislativo Penapolense com eleição do professor Flávio Valente (1993 a 1996), refletindo assim em uma trajetória vitoriosa desde então. No mandato do Flávio, assumiram os suplentes Nevil Reis Verri e Santo Furlaneti.
Depois, Marco Sader e Roberto Torsiano foram eleitos para o quadriênio (1997 a 2000); João Luís dos Santos, Roberto Torsiano e Zeca Monteiro assumiram para o mandato de  2001 a 2004. 
No mandato de João Luís dos Santos, assumiram os suplentes Roberto Calez, Ana Maria Pesquero e Valdir Generoso. Ana Maria Pesquero já foi vereadora pelo PT, tendo assumido por 30 dias. Flávio Valente e João Luís dos Santos se afastaram voluntariamente para dar chance aos suplentes.
Roberto Torsiano e Roberto Calez foram eleitos em 2005 (até 2008), tendo o Zezinho Santino assumido como suplente. Na eleição seguinte, Zezinho Santino e Zeca Monteiro foram eleitos vereadores para o mandato de  2008 a 2012. Alexandre Gil, Zeca Monteiro e Zezinho Santino ( 2012 a 2016), representaram o partido na Câmara de Penápolis, quer de 2017 a 2020, não teve representação. Alexandre Gil foi presidente da Câmara.
João Luís e Zeca Monteiro, que eram vereadores (2001 a 2004), na seqüência foram eleitos prefeito e vice (2005 a 2012), quebrando um tabu histórico de que vereador não se elegia prefeito, na seqüência, em Penápolis. 

(Com A/I PT Penápolis)

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2024 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade