Classificados

VÍDEOS

Apaixonados por carros antigos se reúnem em Penápolis
Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar

SUA OPINIÃO

Você aprova as medidas adotadas até o momento na cidade de Penápolis, em combate ao Covid-19?


CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

11/05/2019

Profissionais participam de capacitação da Fundação SOS Mata Atlântica

Imagem/Secom – PMP
Detalhes Not�cia
Capacitação reuniu profissionais da área ambiental para plano de preservação da Mata Atlântica

Penápolis sediou uma capacitação da Fundação SOS Mata Atlântica em abril para discutir a elaboração do Plano Municipal da Mata Atlântica e ou Cerrado. O encontro reuniu profissionais da área ambiental no Auditório José Antonio Sacomani do Daep (Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis).
A capacitação foi ministrada pelo ambientalista e diretor de políticas públicas da Fundação SOS Mata Atlântica, Mario Mantovani. O ambientalista orientou os profissionais presentes sobre como elaborar um plano de conservação do meio ambiente dentro dos parâmetros necessários para atingir as metas estabelecidas pelo próprio município.
Segundo o presidente do Daep, Edson Bilche Girotto, o Batata, a capacitação contou com profissionais da área ambiental que atuam na região. “O prestígio e reconhecimento do ambientalista Mario Mantovani, especialista no tema, atraiu profissionais para um encontro bastante produtivo focado na preservação ambiental”, destacou.

Plano
O Plano Municipal da Mata Atlântica e ou Cerrado foi instituído pela Lei da Mata Atlântica. É um instrumento legal que direciona e possibilita que os municípios atuem proativamente na conservação e recuperação da vegetação nativa da Mata Atlântica. 
Desta forma, o Plano aponta as ações prioritárias e áreas para conservação, manejo, fiscalização e recuperação da vegetação nativa e da biodiversidade da Mata Atlântica, baseando-se no mapeamento de áreas remanescentes na cidade. A elaboração do Plano Municipal também é um dos critérios de avaliação do Programa Município VerdeAzul, desenvolvido pelo Governo do Estado de São Paulo.  
Penápolis possui o Plano desde 2017, elaborado pela Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente e aprovado pelo Conselho Municipal de Meio Ambiente. Durante a capacitação, Mario Mantovani destacou a importância da elaboração do Plano Municipal na gestão ambiental. 
“O grande diferencial deste instrumento denominado de Plano Municipal de Mata Atlântica é sua aprovação prevista em Lei, pelo Conselho de Meio Ambiente, que se torna corresponsável, compartilhando com o executivo e o legislativo, as decisões sobre o desenvolvimento ambiental na cidade”, afirmou o ambientalista.

Secom – PMP

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2020 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.