Classificados

VÍDEOS

Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar
Apaixonados por carros antigos se reúnem em Penápolis

SUA OPINIÃO

Você se preocupa em não compartilhar informações falsas sobre o Covid-19 em redes sociais na internet?


CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

27/11/2018

Prejuízos: Chuva forte causa transtornos com inundações

Imagem/Colaboração
Detalhes Not�cia
Carro ficou preso em buraco aberto na rua Antonieta Vilella após a chuva de sábado (24)

DA REPORTAGEM

Voltou a chover forte em Penápolis no último sábado (24), causando prejuízos para comerciantes e moradores de pontos considerados críticos, onde sempre ocorrem grande acúmulo de água que acabam invadindo residências e estabelecimentos comerciais. Segundo o Departamento de Água e Esgotos de Penápolis, o Daep, somente no sábado choveu mais de 84 milímetros, foi a segunda maior chuva deste ano.
Segundo o apurado pela reportagem, a maior precipitação ocorreu por volta das 17h30, causando os maiores prejuízos. O córrego Santa Leonor, na avenida João Antônio de Castilho, não suportou o grande volume de água e transbordou. A avenida parecia um grande rio e os veículos ficaram impedidos de transitar no local por conta das enxurradas.
Populares relataram em redes sociais que o córrego Maria Chica, que corta a cidade, também chegou a transbordar devido ao grande volume de chuva. Também nas redes sociais, uma pessoa divulgou um vídeo da linha férrea na altura do bairro São Joaquim. Como o local não possui o escoamento de água adequado, os trilhos da linha férrea foram encobertos pela água, que fez o local parecer um grande rio, as águas que desaguavam também na avenida João Antônio de Castilho, aumentando mais o volume e os riscos de quem passava pelo local. As águas mostradas no vídeo na linha férrea são resultado do escoamento do bairro Cidade Jardim e Jardim do Lago. 
Moradores da rua Sargento Moura reclamam que é grande a quantidade de água que desce de ruas dos citados bairros e que acabam se acumulando na rua até chegar à linha férrea, único ponto de escoamento. Por conta da forte chuva do fim de semana, os moradores relataram que tiveram grande dificuldade de sair de casa após a precipitação. Intransitável também ficou a rotatória da rodovia Arnaldo Covolan, na altura do Centro de Lazer de Penápolis. 
A reportagem apurou que, por alguns momentos, devido ao grande volume de água alguns motoristas tiveram que se arriscar na contramão. 
A rua Amazonas, próximo ao córrego Maria Chica, também teve grandes enxurradas e diversos comerciantes tiveram que retornar aos seus estabelecimentos, que já estavam fechados devido ao horário, para retirar a água que invadiu os estabelecimentos. Um carro ficou preso em um buraco que se formou na rua Antonieta Vilella Ferreira, local onde estão sendo feitas obras de galerias pluviais.

Volume de chuva
Segundo o relatório do Daep, em 48 horas choveu mais de 142 milímetros. 
A chuva de sábado foi considerada a segunda maior precipitação do ano com 84 milímetros. Os dados mostraram que até domingo (25), havia chovido mais de 260 milímetros desde o começo do mês de novembro. 
O número já é maior do que toda a chuva registrada no mês de novembro do ano passado, com 255 milímetros. Já no acumulado de novembro e outubro deste ano, o registro de chuva já foi de mais de 554 milímetros, número bem maior do que o registrado no mesmo período de 2017, quando foram acumulados 434 milímetros. 

(Rafael Machi)

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2020 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.