Classificados

VÍDEOS

Residência pega fogo em Penápolis
Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar

CLIMA

Tempo Pen�polis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endere�o Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

14/01/2015

Prefeitura realizará Arrastão contra a Dengue na região mais crítica da cidade

Secom-PMP
Detalhes Not�cia
Operação ocorrerá em área mais crítica, retirando criadouros e deixando os quintais limpos

Numa junção de forças entre vários setores da Prefeitura de Penápolis, será desencadeada nos próximos dias uma Operação Arrastão para retirar urgentemente dos quintais das residências todos os criadouros do mosquito transmissor da dengue. A doença vem acometendo cada dia mais pessoas no município, em especial uma área crítica da cidade, onde está concentrada a maioria dos casos. Por isso a força tarefa será, a princípio, centrada nesta região, que compreende os bairros Vila Altimari, Jardim Edejama, Jardim Shangri-lá e Jardim Boa Vista.
Desta forma, a operação será delimitada por um grande quadrilátero formado entre a rua Anchieta, avenida Eduardo de Castilho, rua José Pinto de Almeida e avenida Liberdade, passando ainda pela Avenida da Glória.
Nesta quinta e sexta-feiras, dia 15 e 16, servidores municipais estarão visitando as residências desta referida área para distribuir sacos de lixo destinados ao depósito de inservíveis retirados dos quintais, fazer a entrega de filipetas informativas e explicar os procedimentos que os moradores devem tomar para o bom andamento da operação.
Os moradores terão o final de semana (sábado e domingo, dias 17 e 18) para fazerem a limpeza de suas casas e depositarem o que retirarem na rua, junto à guia de sarjeta, para facilitar o recolhimento por parte das pá carregadeiras. O recolhimento dos dejetos começa na segunda-feira, dia 19.
Ao todo são 129 quadras, com uma média de 20 casas por quadra, com exceção de quadras diferenciadas como as do Cemitério Santa Cruz e Estádio Municipal Tenente Carriço.
De acordo com o que ficou definido em reunião de organização da Operação Arrastão, coordenada pelo Secretário de Governo, Coronel Daniel Rodrigueiro, cerca de 170 pessoas devem ser mobilizadas ao todo neste trabalho, entre agentes comunitários de saúde, agentes de saneamento, motoristas, servidores braçais, operadores de máquinas, fiscais de posturas, entre outros servidores.
Estarão envolvidos caminhões, máquinas, tratores, micro ônibus e peruas de setores parceiros, como secretaria de Obras, secretaria de Agricultura, secretaria de Educação, secretaria de Trânsito. Secretaria de Esportes, Daep (Departamento de Água e Esgoto de Penápolis) e Emurpe (Empresa Municipal de Urbanização de Penápolis).
O mutirão tem o intuito de recolher materiais como garrafas pet e de vidro, latas, pneus, brinquedos velhos, e até mesmo sofás, fogões e geladeiras, que servem como criadouros para o mosquito da dengue.

Alerta
O município de Penápolis está bem próximo de passar por uma nova epidemia de dengue. O verão e o clima chuvoso ajudaram a aumentar a proliferação do mosquito aedes aegypti, transmissor da dengue, e os casos positivos da doença começaram a surgir de maneira acentuada nos últimos meses.   
De acordo com levantamento feito pelo Serviço de Vigilância Epidemiológica, apenas no último trimestre de 2014, foram confirmados 210 casos de dengue em Penápolis, número muito alto se comparado ao ano anterior (2013), que neste mesmo período registrou apenas 01 caso de dengue. Somente no mês de dezembro de 2014, foram confirmados mais de 100 casos da doença. E 2015 também começou com casos positivos da doença. 
O Serviço de Vigilância Epidemiológica pede a colaboração da população para que permita a entrada dos agentes em suas residências, pois eles têm um olhar treinado para encontrar os criadouros e auxiliar os munícipes no combate à dengue. Para prevenção é essencial que pelo menos uma vez por semana a pessoa elimine tudo o que possa acumular água e servir de criadouro do mosquito em sua residência e local de trabalho. 
Os sintomas da dengue são febre alta acompanhada de dor de cabeça, dor nos olhos, dor nas articulações, nos músculos, cansaço e manchas na pele. Quem manifestar pelo menos dois destes sintomas deve procurar uma unidade de saúde. 

Secom – PMP

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2021 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade