Classificados

VÍDEOS

LIVE SOLIDÁRIA BANDA TUNA
Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar

CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

31/01/2014

Policial será investigado por agressão contra comerciante

Imagem/Reprodução YouTube
Detalhes Not�cia
Imagem na internet mostra o momento em que o policial desferiu dois socos contra o comerciante em Luiziânia

DA REPORTAGEM

 

Um policial militar de Luiziânia será investigado pela denúncia de ter agredido um comerciante de 49 anos na madrugada de quarta-feira (29) naquele município. A denúncia foi feita pela vítima, que apresentou ainda um vídeo gravado por uma câmera de segurança que mostra o momento da agressão.

Segundo apurado, na cidade existe uma lei que proíbe bares de ficarem abertos após as 23h00, e por volta da 01h00, o PM chegou sozinho em uma viatura o questionou o motivo de ainda estar aberto. O comerciante alegou que o policial pediu seus documentos, que não estava com ele no momento. O vídeo mostra os dois conversando no local, onde havia também duas pessoas que o comerciante alega serem seus amigos.

Segundo a vítima, o policial o ameaçava multar por ainda estar aberto. Nas imagens, é possível ver que o policial e o comerciante vão para dentro do estabelecimento e que após cerca de dois minutos, o policial retorna para fora e aborda os indivíduos que estavam sentados em cadeiras. O policial teria pedido os documentos dos rapazes, momento em que o comerciante disse que eles não eram obrigados a fornecê-los. Segundos depois, quando o comerciante se preparava para entrar no bar, o PM virou e desferiu dois socos no rosto da vítima, causando lesões e sangramento no nariz. A câmera que registrou toda a ação pertence ao estabelecimento. Após a agressão o policial foi embora sem lavrar multa. O comerciante precisou ser levado ao hospital de Luiziânia para receber atendimento médico. No local ele encontrou o policial, que teria sofrido lesão na mão ao desferir socos na vítima. Consta que ambos teriam brigado novamente no hospital. O policial militar alegou que ao ver o bar aberto após o horário permitido, parou para questionar o proprietário, e começaram a discutir, pois ele teria solicitado os documentos e o comerciante negou a fornecê-los. Ainda segundo relato do PM, os dois se encontraram no hospital e o comerciante passou a xingá-lo e a agredi-lo, sendo preciso "uso de força física para contê-lo".

 

Investigação

A assessoria da Polícia Militar de São Paulo informou em nota oficial que instaurou Inquérito Policial Militar por intermédio do Comando de Policiamento local assim que tomou conhecimento das imagens. A nota esclarece ainda que o comando tomará as providências administrativas e criminais que o caso requer. Em contato com o comandante da 2ª Companhia da Polícia Militar de Penápolis, Luiz Antônio Flauzino, responsável pela base de Luziânia, ele informou que tomará as medidas necessárias em relação à situação e que o PM deverá ser afastado de suas funções no município até que o inquérito seja concluído. Ele informou que uma reunião seria realizada no Batalhão de Araçatuba na tarde de ontem para que as punições sejam definidas e adotadas. Flauzino explicou que o vídeo pode sim comprovar a agressão e que por este motivo o policial poderá até ser exonerado do cargo, mas que por enquanto ele deverá prestar serviços internos em comandos de outras cidades até que o caso seja esclarecido e as medidas tomadas. O comerciante que foi agredido possui passagens pela polícia, inclusive por tráfico de entorpecentes. (Rafael Machi)

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2020 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.