Classificados

VÍDEOS

Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar
Apaixonados por carros antigos se reúnem em Penápolis

SUA OPINIÃO

Você mantém a tradição de frequentar bailes com marchinhas de carnaval?


CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

10/09/2019

Policiais entram em casa em chamas e salvam avó e neto

DA REPORTAGEM

A ação rápida de três policiais militares de Penápolis impediu que avó e neto se ferissem ou que sofressem algo ainda pior durante um incêndio registrado no início da madrugada de domingo (08) em uma residência no centro de Penápolis. O imóvel, que fica no cruzamento da avenida Eduardo de Castilho com a rua Fernando Ribeiro de Barros teve um de seus quartos incendiados enquanto a família dormia em outro quarto ao lado quando foram acordados pelos policiais já dentro da casa.
Segundo o que foi apurado pela reportagem, o terceiro sargento Montibeller, o cabo Pelícia e o soldado Machi realizavam patrulhamento de rotina pela cidade no início da madrugada quando, ao passar pelo cruzamento, depararam com bastante fumaça que saía pelo telhado de uma residência, o que levantou a suspeita, e decidiram parar no local para averiguar o que estava acontecendo.
Ao perceberem que de fato se tratava de um incêndio, os policiais conseguiram abrir o portão da casa e chamaram pelos moradores, entretanto ninguém respondia.
Ainda preocupados com a possibilidade de haver pessoas dentro da casa, os PMs conseguiram arrombar a porta da cozinha, tendo acesso ao interior da casa.
Ao verificar o quarto que fica ao lado do que estava em chamas, os policiais encontraram uma mulher e seu neto, que dormiam em uma cama. Eles conseguiram acordar as vítimas, que, bastante desorientados e já passando a inalar fumaça, foram levados para fora da residência.
O Corpo de Bombeiros foi acionado imediatamente ao local e o incêndio foi controlado e apagado logo em seguida. A avó e o neto foram levados ao Pronto Socorro da cidade, onde passaram por atendimento médico. Apesar do susto, eles não se feriram.
Peritos do Instituto de Criminalística (IC) também foram acionados ao local para os trabalhos de praxe. Um laudo que deve apontar a causa do incêndio será emitido em até 30 dias.
Um inquérito deve ser instaurado pela Polícia Civil e o caso investigado. 

Fábrica
Este foi o segundo incêndio registrado na cidade em menos de dois dias. Outro caso ocorreu na manhã da última sexta-feira (06) quando uma sala de uma fábrica de meias e produtos esportivos pegou fogo na rua Augusto Pereira de Moraes, também no centro. Ninguém se feriu.
Segundo o que foi apurado, um funcionário chegou ao local para trabalhar e ao ligar um dos equipamentos teria ocorrido um curto circuito, fazendo com que a máquina pegasse fogo. As chamas rapidamente se alastraram pela sala, mesmo com funcionários tentando apagar usando extintores. 
Um dos funcionários teria inalado bastante fumaça e precisou ser encaminhado ao Pronto Socorro, onde passou por atendimento médico e depois foi liberado.
Neste caso, o Corpo de Bombeiros também foi acionado e o fogo foi apagado instantes depois.

(Rafael Machi)

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2020 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.