Classificados

VÍDEOS

Apaixonados por carros antigos se reúnem em Penápolis
Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar

SUA OPINIÃO

Você se preocupa em não compartilhar informações falsas sobre o Covid-19 em redes sociais na internet?


CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

19/06/2019

Polícia identifica motociclista envolvido em acidente fatal

Imagem/Arquivo DIÁRIO
Detalhes Not�cia
Acidente fatal aconteceu no Parque Industrial. O caso ainda é investigado pela polícia

DA REPORTAGEM

A Polícia Civil de Penápolis já identificou e ouviu o condutor da outra motocicleta que estava com o auxiliar Bruno Milani da Silva, de 18 anos, que atropelou e matou a operadora de caixa Camila Rodrigues Garcia, de 24 anos, na noite da última quinta-feira (13) no Parque Industrial de Penápolis. Com o acidente, Silva também faleceu. O jovem identificado pela polícia nega que a dupla estivesse praticando racha, mas reconheceu que trafegavam em alta velocidade.
De acordo com o que foi apurado pela reportagem do DIÁRIO, a polícia chegou ao jovem depois que investigadores da Delegacia do Município conseguiram colher informações sobre ele. O rapaz, de 23 anos, foi ouvido na tarde de segunda-feira (17) acompanhado de seu advogado.
Durante o depoimento, ele negou que estivesse praticando racha com Silva quando trafegavam pela avenida Antônio Rodrigues Boucinha, mas reconheceu que estavam em alta velocidade.
Ele contou para a polícia que eles trafegavam pela avenida e, ao passar por uma lombada em frente a uma escola, Silva teria acelerado mais a moto, se distanciando dele.
Ele revelou que, momentos depois, percebeu uma grande quantidade de faíscas no chão à sua frente e, ao se aproximar, percebeu que o auxiliar de mecânico havia se envolvido em um acidente de trânsito com uma pedestre, estando ambos caído ao chão.

Socorro
O jovem ouvido pela polícia revelou que, ao ver o acidente, tentou ligar para o Corpo de Bombeiros, mas que não conseguiu devido seu estado de choque. Ele afirmou também que em seguida foi até a casa de Silva para contar para seus parentes o que havia acontecido. 
Ele teria retornado ao local para acompanhar o resgate, mas que ficou com medo de sofrer alguma represália devido à grande quantidade de pessoas que estavam pelo local. Ainda de acordo com a polícia o caso permanece sendo investigado, sendo aguardados os resultados dos laudos feitos pela Polícia Científica e também do Instituto Médico Legal (IML). Além disso, testemunhas e familiares dos envolvidos estão sendo ouvidos pela polícia. 

Caso
O acidente envolvendo os jovens ocorreu na noite de quinta-feira (13) na rua Antônio Rodrigues Boucinha, no Parque Industrial de Penápolis. 
De acordo com o que foi apurado após o fato, é que Camila caminhava pela rua acompanhada de seu namorado, um vendedor de 32 anos. Na noite anterior, eles haviam postado fotos em suas redes sociais comemorando o Dia dos Namorados.
Milani conduzia uma Honda CG 125, ano 1987, pela mesma rua, no mesmo sentido de direção. Testemunhas disseram para a polícia que ele estava acompanhado de outra pessoa em uma segunda motocicleta e que ambos estariam em alta velocidade pela via.
Por motivos a serem esclarecidos, Milani acabou atingindo Camila pelas costas. Com o impacto, ela foi arrastada por cerca de 50 metros até que ambos caíram ao chão. 
A Unidade do Corpo de Bombeiros foi acionada ao local e socorreu as vítimas ao Pronto Socorro da cidade, mas eles não resistiram aos ferimentos e acabaram morrendo no hospital. O auxiliar estava com sua carteira de habilitação provisória, que havia tirado há menos de um mês.

(Rafael Machi)

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2020 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.