Classificados

VÍDEOS

LIVE SOLIDÁRIA BANDA TUNA
Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar

CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

08/06/2021

Pessoas a partir de 18 anos com comorbidades e deficientes podem se vacinar contra Covid-19

A Secretaria de Saúde da Prefeitura de Penápolis iniciou nesta segunda-feira, 07, a vacinação contra a Covid-19 de pessoas com comorbidades e deficientes permanentes (BPC) na faixa etária de 18 a 29 anos.  
Como de costume, a vacinação ocorre de segunda a sexta-feira, das 8h às 15h, em dois locais: drive-thru em frente ao Clube Penapolense (para as pessoas em veículo) e no Ginásio de Esportes “Prof. Antônio de Castilho Braga”, o popular Gigantão Azul (para pedestres). 
Além das pessoas inseridas neste novo grupo (18+ com comorbidades), as demais pessoas que pertencem aos grupos prioritários das etapas anteriores e que por algum motivo ainda não se vacinaram, podem procurar um desses locais de vacinação para efetuar sua imunização. 
Além disso, as pessoas que já tomaram a primeira dose da vacina devem ficar atentas à data da segunda dose (agendada na carteirinha de vacinação) para não perderem o prazo de imunização.   

Pré-cadastro
A Secretaria de Saúde orienta as pessoas contempladas a efetuarem o pré-cadastro no site Vacina Já (www.vacinaja.sp.gov.br), a fim de agilizar o atendimento. 
O secretário municipal e Saúde, Luiz Washington Bozzo do Nascimento Filho, explica que efetuando o pré-cadastro no site, a pessoa fica menos tempo na fila de espera para ser vacinada. “O pré-cadastro possibilita uma maior agilidade no atendimento e aplicação das doses, diminuindo em até 90% o tempo de espera nos locais de vacinação”, orientou. 

Requisitos 
Para receber a vacina, qualquer pessoa com comorbidade e que integre a faixa etária anunciada, deve apresentar comprovante da condição de risco por meio de exames, receitas, relatório ou prescrição médica com CID (Código Internacional da Doença) e CRM do médico. Também é válido apresentar a declaração emitida pela Unidade Básica de Saúde onde o paciente faz acompanhamento.
Já as pessoas com deficiência permanente precisam apresentar o comprovante do recebimento do Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC).

Secom – PMP

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2021 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade