Classificados

VÍDEOS

Residência pega fogo em Penápolis
Penápolis no programa Cidade contra Cidade do SBT em 1989

CLIMA

Tempo Pen�polis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endere�o Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

07/10/2014

Penapolenses vão às urnas elegerem seus representantes

Rafael Machi
Detalhes Not�cia
Movimentação foi tranquila durante todo o dia nos principais locais de votação em Penápolis

DA REPORTAGEM

Em uma eleição bastante tranquila realizada neste domingo (5), o candidato à presidência Aécio Neves, do PSDB, foi o mais votado no município de Penápolis. Ele obteve 16.383 votos, o que representou 51,88% dos votos válidos. Dilma Rousseff, do PT, foi à segunda candidata mais votada, obtendo 8.005 votos, 25,35% dos votos válidos, e Marina Silva (PSB) teve 6.241 votos, ficando com a terceira posição com 19,77% dos votos válidos. A votação iniciou às 08h00, encerrando às 17h00, assim como em todo o país. Quem foi votar não enfrentou muitas dificuldades, as filas eram curtas e o tempo médio de votação na cabine dentro da seção era de um minuto e 20 segundos. Depois de encerrada a votação, cada cartão de memória das urnas foi levado para o cartório da 87ª Zona Eleitoral de Penápolis e as primeiras informações começaram a chegar por volta das 17h30. As cidades da comarca também realizaram a apuração dos votos em Penápolis, através da 289ª Zona Eleitoral. As primeiras informações começaram a chegar por volta das 18h00 e às 20h00 a apuração na comerca e em Penápolis já havia se encerrado. Todo o trabalho foi acompanhado pela Polícia Militar de Penápolis 

Governador
Para o Governo do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB) foi o mais votado no município com 18.033, ou 60,83%. Com 57% dos votos válidos em todo o Estado, ele conseguiu a reeleição neste primeiro turno. Paulo Skaf (PMDB) foi o candidato derrotado no Estado e em Penápolis, onde obteve 6.082 votos (20,52%) – no Estado teve 21% dos votos. Alexandre Padilha (PT) obteve a terceira colocação nas urnas na cidade, com 5.095 votos (17,19%).

Senador
Entre os candidatos a Senador, José Serra (PSDB) foi o mais votado em Penápolis, com 17.482 votos, 64,57% dos votos válidos. Ainda nas urnas da cidade, Eduardo Suplicy (PT) obteve 7.379 votos, ficando com a segunda colocação, ou com 27,26%. Gilberto Kassab (PSD) teve 1.788 votos na cidade (6,60%).

Deputado Federal
Os penapolenses também votaram nos candidatos a deputado federal. Na cidade, Guilherme Mussi (PP) foi o mais votado, com 2.804 votos (9,78%), Bruno Covas (PSDB)  o segundo com 2.245 votos (7,83%). O penapolense Francisco Rossi (PR) foi o terceiro mais votado no município, obtendo 1.951 votos (6,80%). Celso Russomano (PRB) obteve 1.757 votos e Tiririca (PR) 1.654 votos, completando a sequência dos mais votados no município. A penapolense Dona Vilma foi a 13ª mais votada na cidade, com 417 votos.

Deputado Estadual
Entre os candidatos a Deputado Estadual, Roque Barbiere (PTB) foi o candidato mais votado em Penápolis, ele obteve 5.578 votos (19,20% da votação válida). A eleição no município definiu ainda o penapolense Roberto Rillo Bíscaro (PC do B) como o segundo candidato estadual mais votado na cidade, com 3.929 votos, ou 13,52% dos votos válidos. Gilmar Gimenes (PSDB) foi o terceiro mais votado com 3.114 votos. Dilador Borges (PSDB) e Rita Passos (PSD) obtiveram 998 e 780 votos respectivamente. O também penapolense Walter Miranda (PSTU) obteve na cidade 195 votos, ficando com a 24ª posição, em todo o Estado ele totalizou 1.234. 

Geral
Na cidade, não houve o registro de nenhuma ocorrência no período de votação. No entanto, na madrugada de domingo três pessoas, de 28, 32 e 56 anos, foram flagradas no bairro Pereirinha com material de campanha. A identidade e o partido para qual estariam trabalhando não foi divulgado pela polícia. Segundo apurado, policiais realizavam patrulhamento quando avistaram dois dos acusados em uma motocicleta jogando panfletos de candidatos nas ruas. Junto com a dupla de moto, foi abordado ainda o terceiro indivíduo que estava em um veículo. No carro havia 66 quilos de material eleitoral de diversos tamanhos. Os ocupantes da moto disseram para a polícia que haviam sido contratados pelo homem no carro para que jogassem os panfletos e que ganhariam R$ 100. O acusado confirmou que teria contratado, mas para que a distribuição dos panfletos fosse realizada no período permitido por lei. Em relação ao material encontrado em seu veículo, ele alegou que estava lá há cerca de dois meses. Os acusados foram encaminhados ao Plantão Policial para prestarem mais esclarecimentos e liberados em seguida. Eles devem responder processo. O material encontrado foi apreendido. Em Penápolis nenhuma urna eletrônica apresentou problema ou precisou ser trocada. Na região apenas uma urna precisou ser substituída em uma seção em Juritis, distrito de Glicério. A troca não causou nenhum problema no decorrer da eleição no local.

(Rafael Machi)

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2024 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade