Classificados

VÍDEOS

Morre o cantor sertanejo Davi, da dupla com Durval
Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar

SUA OPINIÃO

Você concorda com a aplicação de multa de R$ 500 para quem não estiver usando máscaras em locais com circulação de pessoas?


CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

26/04/2018

Penápolis tem o terceiro mês consecutivo gerando empregos

DA REPORTAGEM

A cidade de Penápolis conseguiu alcançar seu terceiro mês consecutivo, neste ano, de geração positiva de empregos depois que o Cadastro Nacional de Empregados e Desempregados (Caged) registrou um saldo de 116 novas vagas criadas na cidade. Em fevereiro deste ano também houve saldo positivo, pois o órgão divulgou a criação de 42 novas vagas. 
O Caged é ligado ao Ministério do Trabalho e contabiliza as admissões e as demissões feitas no mercado de trabalho de maneira formal através dos registros em carteira. 
Segundo o divulgado pelo Caged, o mês de março deste ano obteve 726 admissões em carteira assinada contra 610 demissões em diversos setores, o que gerou o saldo positivo de 116 novos empregos. O setor agrícola foi o que mais contribuiu para o bom saldo. No mesmo período de 2017, a geração de empregos também havia sido positiva em Penápolis, entretanto, com um saldo ainda melhor, já que em março daquele ano foram 181. De acordo com o Caged, o setor que mais gerou empregos em março foi o do trabalhador da cultura da cana-de-açúcar, com 153 novas vagas. 
O campo continuou contribuindo para o bom desempenho no mês passado. O setor do tratorista agrícola obteve um saldo positivo de 73 vagas, e o setor de operador de colheitadeira, com 31. Entretanto, em fevereiro também houve os setores que não conseguiram bom desempenho e acabaram demitindo mais do que contratando. Foi o que ocorreu no setor do soldador, que terminou o mês com 58 vagas fechadas. O setor do caldeireiro de chapas de ferro e aço também teve um saldo negativo no mês passado, com menos 37. Outro setor que não conseguiu bons resultados foi o do vendedor do comércio varejista, que em fevereiro teve saldo negativo de 20 vagas.
O Caged contabilizou ainda que 46 das vagas criadas foram destinadas às pessoas que buscavam sua primeira oportunidade de emprego com carteira assinada, e 423 pessoas foram demitidas sem justa causa e seis por justa causa.

(Rafael Machi)

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2020 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.