Classificados

VÍDEOS

Morre o cantor sertanejo Davi, da dupla com Durval
Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar

SUA OPINIÃO

Você concorda com a aplicação de multa de R$ 500 para quem não estiver usando máscaras em locais com circulação de pessoas?


CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

22/05/2018

Penápolis: Empregos têm registros positivos pelo 4º mês seguido

Imagem/Arquivo DIÁRIO
Detalhes Not�cia
O setor agrícola também deu grande contribuição no saldo positivo de empregos no mês de abril em Penápolis

DA REPORTAGEM

Os dados sobre a geração de empregos em Penápolis têm sido animadores nos primeiros quatros meses deste ano. Segundo o levantamento apresentado pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), ligado ao Ministério do Trabalho, o mês de abril também teve um saldo positivo de carteiras assinadas. Somente no mês passado, o órgão divulgou que foram 167 novas vagas geradas, Entre janeiro e abril deste ano já foram 386 vagas criadas. Esta é a primeira vez, desde 2015, que a cidade volta a registrar todos os quatro primeiros meses do ano com saldos positivos de empregos.
Ainda de acordo com o Caged, somente em abril, foram 572 admissões contra 405 demissões ocorridas em Penápolis, o que gerou o saldo positivo apresentado.
Foi ainda maior em relação ao mês anterior, já que em março a geração de empregos na cidade havia sido de 116 vagas em carteira assinada.
Segundo o levantamento feito e apresentado pelo Caged, o setor trabalhista que mais contribui para o saldo positivo de empregos foi o do motorista de caminhão de rotas regionais e internacionais. Somente nesta área, foram 79 contratações contra nove demissões, resultando no saldo de 69 novas vagas criadas. O setor agrícola também teve importante peso na geração de empregos em Penápolis. 
O ramo do tratorista agrícola ficou em segundo lugar no ranking da geração de empregos no mês passado. Foram 66 admissões contra cinco demissões. Já o ramo do operador de colheitadeira também obteve excelente resultado. Somente em abril o setor realizou 27 novas contratações, e nenhuma demissão ocorreu no setor.

Negativos
Apesar do bom desempenho obtido por Penápolis em relação às contratações formais efetivadas no mês passado, a cidade também teve seus setores que decepcionaram e não obtiveram bons resultados na geração de empregos. É o que ocorreu com o setor do trabalhador da cultura da cana-de-açúcar, que em abril contratou 22 trabalhadores, mas realizou 42 desligamentos, resultando no saldo negativo de 20 vagas.
Na mesma linha caminhou o setor do soldador, que efetivou 13 demissões, e houve apenas uma contratação em todo setor no mês passado. Também teve resultado negativo o setor do auxiliar de escritório em geral. No total foram 27 demissões, e apenas 15 admissões no setor, o que acabou efetivando um número negativo em abril de 12 vagas fechadas. O levantamento feito pelo Caged em abril, sobre Penápolis, concluiu também que a cidade gerou 34 vagas de empregos para pessoas que tiveram seu primeiro registro em carteira. Do total de empregos criados no mês passado, 537 foram considerados reempregos, pessoas que foram demitidos em algum momento, mas conseguiram nova oportunidade no mercado formal. Ainda de acordo com o Caged, Penápolis registrou 242 demissões sem justa causa e apenas duas com justa causa. 88 demissões foram a pedido do trabalhador e 62 baixas em carteira ocorreram pelo fim do contrato de trabalho. 

Brasil
O País registrou, no mês de abril, 115.898 novos postos de trabalho. Com o resultado, o saldo de empregos ficou positivo pelo quarto mês consecutivo no país e chega ao fim do primeiro quadrimestre de 2018 com 336.855 empregos criados. Os dados do Caged do Brasil foram divulgados pelo Ministério do Trabalho e detalham que o resultado de abril é decorrente de 1.305.225 admissões e 1.189.327 desligamentos. O melhor desempenho foi do setor de serviços, que abriu 64.237 vagas, 0,38% a mais do que em março. A segunda melhor performance de abril ficou por conta da indústria de transformação, que abriu 24.108 postos. Falando sobre o assunto, o presidente Michel Temer, disse que é necessário “confiar no que está acontecendo no Brasil” e apontou que os dados do Caged são um sinal de que o país está saindo da recessão.
“Com o otimismo e com a certeza de que o Brasil saiu da recessão e vai caminhar é que digo, vamos em frente”, disse o presidente durante a cerimônia de encerramento do Fórum da Exame e Confederação Nacional da Indústria (CNI), em São Paulo, ocorrida na última sexta-feira (18).
Em sua fala, Temer fez uma defesa de projetos como a reforma trabalhista e as medidas de controle dos gastos públicos. “Fizemos uma coisa muito razoável, nada populista”.

(Rafael Machi)

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2020 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.