Classificados

VÍDEOS

Residência pega fogo em Penápolis
Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar

CLIMA

Tempo Pen�polis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endere�o Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

11/10/2008

Penápolis em defesa da vida na campanha de medula óssea

Detalhes Not�cia

De forma inédita, Penápolis promove hoje a maior mobilização social dos últimos tempos, em um grande mutirão em defesa da vida, promovendo a megacampanha de Captação de Doadores de Medula Óssea do Hospital de Câncer de Barretos. Das 9h às 16h, no pátio do Santuário São Francisco de Assis, está montada a infra-estrutura de captação, que consiste na doação de 10 ml de sangue para o teste de compatibilidade, apresentar o RG e endereço para contato posterior.
A campanha tem iniciativa da Funepe (Fundação Educacional de Penápolis) em parceria com o Capítulo Demolay, Ordem dos Cavaleiros Templários da Loja Maçônica Estrela Noroeste do Brasil. Desde ontem, dezenas de profissionais do Hospital de Barretos e voluntários iniciam os procedimentos através das unidades de saúde, empresas e instituições que se engajaram nesta ação de cidadania. Equipes móveis estiveram nas indústrias com mais de 100 funcionários para fazer o cadastramento e procedimentos. Ontem foram visitadas as seguintes empresas e instituições para o trabalho de cadastramento: Clealco Clementina, Clealco Queiroz, Usina Campestre, Tiro-de-Guerra, DAEP, Paço Municipal, Camaleoa, Canta Claro, Asperbras, Belgo Rosseti, Funepe e FASSP. O cadastramento de doadores de medula óssea é um grande mutirão de solidariedade em defesa da vida. Com este espírito, a população penapolense foi mobilizada com antecedência, através dos meios de comunicação e outras iniciativas dos organizadores da campanha.
A única esperança para milhares de portadores de Leucemias e outros tipos de doenças do sangue é o transplante de medula óssea e, como doador, qualquer pessoa poderá salvar uma vida. Podem participar da campanha para fazer o cadastramento pessoas de ambos os sexos, na faixa etária entre 18 e 55 anos. Não podem ser doadores, apenas os portadores de Aids e câncer.

Para o desenvolvimento da campanha, foi definida a seguinte programação:

09h00 - abertura da Campanha e apresentação do Coral Infantil da Escola Estadual Augusto Pereira de Moraes
09h15 - apresentação do Coral da APAE
09h30 - 11h30 - Descida da torre da igreja, por rapel, das equipes Adrenamil / Corpo de Bombeiros / GOT (Polícia Civil)
13h00 - Show acrobático com motocicleta - Dinei
14h30 - Apresentação da Banda da Juventude

Um dos coordenadores locais da campanha é o jovem Hamilton Rojas Mendonça, integrante do Capítulo DeMolay, que juntamente com os demais membros da Ordem, se empenham de corpo e alma nesta missão solidária em defesa da vida.
Entre os dias 11 e 13 de agosto, Hamilton e Ítalo Ferracini estiveram em Andradina (SP) acompanhando o desenvolvimento da campanha naquela cidade, para trazer a experiência na organização do grande acontecimento humanitário do ano. Para a Relações Públicas da Funepe, Vânia Cláudia Pereira Figueiredo, é preciso disseminar as informações de forma a mobilizar o maior número de doadores. "Primeiramente devemos eliminar conceitos equivocados sobre a doação de medula. Muitos associam a medula óssea com a espinhal. Outros pensam que o procedimento pode acarretar danos à saúde. Idéias totalmente destorcidas e que precisam ser esclarecidas", destaca. Já o presidente da Funepe, Eder Granato, enfatiza que a iniciativa atinge o seu princípio de responsabilidade social. "Envolvemos funcionários, alunos e a sociedade em uma questão que necessita de ampla divulgação que é a busca de novos doadores de medula óssea. Participamos ativamente desta campanha com o propósito de valorizar a vida", comenta.

Campanha
Para promover a Campanha de Cadastramento de Doadores de Medula Óssea em Penápolis há despesas que precisam ser custeadas, tais como locomoção, hospedagem e alimentação dos inúmeros profissionais do Hospital de Câncer de Barretos que participam da coleta. Também existe a parte de infra-estrutura, que requer outros dispêndios. Os organizadores, através dos DeMolays, estão engajados na busca de colaboradores, através de cotas de participação para pessoas físicas e jurídicas. Além dos pacotes, qualquer pessoa pode fazer doação do valor que puder. Para as empresas/comércio são quatro pacotes diferenciados, de R$ 800,00, R$ 500,00, R$ 400,00 e R$ 200,00 sendo que para cada um deles há algum tipo de benefício na divulgação da campanha. Já às pessoas físicas, foi criado um pacote único de colaboração com R$ 100,00 onde o doador recebe um Certificado. Se não puder doar o correspondente ao plano, pode contribuir com qualquer outro valor para ajudar na campanha. Contatos para doações e outras informações através dos fones (18) 3652-2315 e 81331296 (Hamilton) e (18) 3652-2315 (Funepe - Vânia).

Foto: São doados apenas 10 ml de sangue para o teste de compatibilidade

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2021 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade