Classificados

VÍDEOS

LIVE SOLIDÁRIA BANDA TUNA
Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar

CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

27/03/2011

Museu do Sol: Conselho de Cultura busca solução para reabertura

O Conselho Municipal de Cultura de Penápolis formou uma comissão para buscar, junto à Funarpe (Fundação de Artes de Penápolis) e à Prefeitura Municipal, além de outras instituições ligadas à cultura e a comunidade em geral, uma alternativa viável para a reabertura do Museu do Sol. Por falta de recursos financeiros o museu, que abriga exposição de Arte Naïf, está fechado, permanecendo em funcionamento apenas a sua escola de música, que tem se mantido por meio das mensalidades dos alunos. De acordo com a presidente do Conselho de Cultura de Penápolis, Célia Catarina Módena Gonçalves, o Museu do Sol era financiado unicamente pelo mecenas Celso Egreja, porém diante da inviabilização de sua contribuição no atual momento, não há como manter as portas abertas. “Não há nenhum outro tipo de recurso que possa ajudar na sua manutenção”, explicou. A presidente do Conselho de Cultura informou que a referida comissão que busca ajudar o museu é formada por membros do conselho e da Funarpe, que se dispuseram a discutir e buscar uma solução definitiva para o problema. “O Museu do Sol é um patrimônio cultural importante e não pode ficar nesta situação. Pretendemos contribuir de forma positiva para sua reabertura e manutenção, sempre de forma democrática e participativa. Por isso convidamos as pessoas e instituições que queiram aderir à causa que nos procurem para fazer parte desta mobilização”, conclamou. Segundo ela já foram realizados encontros com a diretora do Museu do Sol, Elizabeth Bergner, e demais funcionários, para que fosse traçado um panorama detalhado da situação, já que além da falta de recursos para seu funcionamento aquela unidade cultural também possui algumas dívidas. “Agradecemos à equipe do museu que atendeu ao convite do conselho e se dispôs a nos explicar quais os fatores que culminaram no atual quadro. Diante desta abertura é que poderemos trabalhar para encontrar um meio possível de reativar o museu”, disse Célia Catarina.

IBRAM
Entre algumas das alternativas mais viáveis para resolver o caso, de acordo com discussões já realizadas, é passar o comando do Museu do Sol para o poder público, ou seja, o Governo Federal, através do IBRAM (Instituto Brasileiro de Museus). De acordo com Célia Catarina, o instituto foi criado há cerca de dois anos e está em pleno crescimento, tendo portanto as condições necessárias de assumir os custos do museu de Penápolis. “A proposta, a princípio, foi bem aceita pelos funcionários da Funarpe e demais componentes da comissão de estudos. O próximo passo será verificar as possibilidades jurídicas disto acontecer e os interesses do IBRAM, caso seja legalmente possível”, informou ela. “Se obtivermos um parecer jurídico favorável nós buscaremos o apoio do prefeito João Luís dos Santos no sentido de promover gestões junto ao presidente do IBRAM, José Nascimento Júnior”. Célia Catarina comentou que foi ventilada a alternativa de buscar um ou mais mecenas que possam bancar o museu, porém a maioria achou inviável, já que existe a necessidade de ser alguém de Penápolis, para que possa manter o patrimônio em Penápolis. Outro ponto questionado nesta proposta foi a insegurança de saber por quanto tempo este novo mecenas continuaria financiando o museu, tendo em vista que se isso ocorresse o problema retornaria. “Vamos agora dar encaminhamento aos estudos e aguardar que uma solução boa para todos seja encontrada”, concluiu a presidente do Conselho de Cultura. Secom – PMP

Plano Nacional de Cultura exige conselho atuante

Segundo afirmou a presidente do Conselho de Cultura de Penápolis, Célia Catarina Módena Gonçalves, os estudos em prol do Museu do Sol se originaram a partir da revitalização do conselho, no final do ano passado. Ainda segundo ela, esta ação é incentivada pela Administração Municipal e atende as exigências do Governo Federal. “O Ministério da Cultura estabeleceu o Plano Nacional de Cultura, que cobra dos municípios um Plano Municipal elaborado pela Prefeitura e a Sociedade. Esta por sua vez é representada pelo conselho, composto por membros de vários segmentos indicados para atuar”, explicou. “Felizmente com esta política os conselhos ganham poder para reivindicar, traçar planos, fiscalizar, entre outras ações que lhe competem, com total liberdade e independência”, observou Célia. Ela informou que as reuniões ordinárias do conselho são realizadas sempre na segunda quarta-feira do mês às 08h, na sede da Secretaria Municipal de Cultura (Praça 09 de Julho 150, Centro). “Estes encontros são públicos, e todos os interessados estão convidados a participar conosco”, frisou. Célia ainda coloca à disposição da comunidade seus contatos para recebimento de sugestões: telefone 3652-1250 / e-mail celiamodena@terra.com.br .

Conheça a composição do Conselho Municipal de Cultura de Penápolis:

* Secretário Municipal de Cultura – Joaquim Alberto Fernandes

* Representante da Secretaria Municipal de Cultura – Mayra Maurício (Secretária Geral)

* Representantes da Secretaria Municipal de Educação:
Titular – Célia Regina Sena Oliveira
Suplente – Suzane C. Mendes Souza

* Representantes da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Trabalho e Turismo:
Titular – Durval Correia Leite Neto
Suplente – Roberta Fioreli de Andrade

* Representantes da Secretaria de Meio Ambiente:
Titular – Sérgio Eduardo Rodrigues
Suplente – José Santino

* Representantes dos Museus:
Titulares: Alessandra Jorge Nadai, Gilson Moreno, Ângela Gilsa Valin
Suplentes: Maria de Fátima Lustrosa, Anésia Vince Ferreira, Shirlei Antônia do Nascimento

* Representantes da Biblioteca Municipal:
Titular: Solange Chótolli
Suplente: Rafael Monteiro de Freitas

* Representantes da Direção Regional de Ensino:
Titular: Vera Fernandes Sassi (Vice Presidente)
Suplente: Andréia M. M. Miron

* Representante da Sociedade Civil (Artes Visuais):
Titular: Lucas Casella
Suplente: Samuel Ribeiro de Andrade

* Representante da Sociedade Civil (Produção Musical):
Titular: Ricardo Vilas Boas
Suplente: Cleiton Cristian da Silva

* Representante da Sociedade Civil (Produção Literária):
Titular: Célia Catarina Módena Gonçalves (Presidente)
Suplente: Luis Carlos Disposti

* Representante da Sociedade Civil (Dança):
Titular: Rubens Donzeli
Suplente: Vivian Nóbrega

* Representante da Sociedade Civil (Cultura Popular):
Titular: Adriano Arredondo
Suplente: Valdemir Bento

* Representante da Sociedade Civil (Patrimônio Cultural):
Titular: Carlos Alberto Bachiega
Suplente: Adolpho Avoglio Hecht

* Representante da Sociedade Civil (Teatro):
Titular: Rodrigo Matias
Suplente: Ricardo Faria

* Representante da Sociedade Civil (Equipamentos Culturais):
Titular: Ricardo Muraroto (1º Secretário)
Suplente: Rosimeire Justi Veiga

Secom – PMP

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2021 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade