Classificados

VÍDEOS

Penápolis no programa Cidade contra Cidade do SBT em 1989
Residência pega fogo em Penápolis

CLIMA

Tempo Pen�polis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endere�o Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

12/07/2014

Morre o empresário e sindicalista Flávio Galinari

Imagem/Aceituno Jr./JC Net – Bauru
Detalhes Not�cia
Veículo Astra conduzido por Galinari (detalhe) teve sua frente destruída ao se chocar com a traseira de um caminhão

DA REPORTAGEM

O empresário e presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Penápolis (Sincomércio), Francisco Flávio Galinari, 66 anos, morreu na noite de quinta-feira (10) após se envolver em um grave acidente na Rodovia Marechal Rondon (SP 300) próximo ao trevo de Avaí, na região de Bauru, por volta das 20h00, quando retornava de São Paulo, onde havia participado de uma reunião do Conselho do Comércio Varejista da Fecomércio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo), no qual era vice-presidente. De acordo com o que foi apurado pela reportagem, Galinari conduzia um veículo GM Astra, preto, e no quilômetro 374 da rodovia acabou colidindo na traseira de um caminhão carregado com farinha que era conduzido por um motorista de 68, morador em Promissão. O motorista do caminhão disse para a polícia que não notou que havia sido atingido e seguiu viagem, sendo abordado apenas na base da Polícia Rodoviária de Pirajuí. Ele foi submetido ao teste do bafômetro, que deu negativo para embriaguez. Logo após o acidente, Galinari chegou a ser resgatado inconsciente pela Unidade de Resgate da Via Rondon, concessionária que administra a rodovia, mas não resistiu aos ferimentos e morreu quando dava entrada no Pronto Socorro Central (PSC) de Bauru. O corpo de Flávio foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Bauru, onde seria submetido a exames necroscópicos para constatar a causa da morte. O velório ocorreu durante a tarde de ontem no Bom Pastor Memorial e o sepultamento foi realizado às 17h00 na Necrópole Santa Cruz. O velório causou comoção nas centenas de pessoas que passaram pelo local. Galinari deixa esposa, 3 filhos, 2 netos e demais parentes e amigos. 

Luto
Por conta do falecimento de seu presidente, o Sincomércio de Penápolis paralisou parte de seus atendimentos no dia de ontem, funcionando apenas os trabalhos referentes ao SCPC. Um comunicado foi emitido ao comércio local solicitando para que os comerciantes fechassem seus estabelecimentos às 16h00. Ele fez parte da diretoria do Sincomércio por mais de 18 anos, sendo quatro anos e meio como presidente. Sua reeleição ocorreu em dezembro de 2013 e Flávio deveria permanecer no cargo até 2017. Devido ao seu falecimento, deve assumir o cargo o vice-presidente, Norberto Laranja. Quando reeleito, Flávio Galinari acreditava que a aproximação entre o Sincomércio e os comerciantes era fundamental para uma boa atuação do sindicato. “Na verdade temos sempre que pensar no melhor para o associado e o comerciante, por isso temos que buscar melhorias. Vou levar isso à sério como já vinha fazendo, mantendo uma relação próxima ao comerciante, que merece toda a atenção e dedicação deste Sindicato”, havia afirmado em entrevista ao DIÁRIO DE PENÁPOLIS quando reeleito. A ampliação do prédio do Sincomércio também era um projeto dele, melhorando também o atendimento prestado na entidade. Para muitos, ele era considerado um homem de grande caráter e simplicidade em seu trabalho, sempre valorizando o legado deixado pelos demais presidentes que já estiveram à frente do sindicato. Além de sindicalista, Flávio Galinari era proprietário da Noroeste Calçados e Noroeste Modas, possuindo sete lojas – três em Penápolis, duas em Lins, uma em Avanhandava e uma em Promissão.

(Rafael Machi)


Prefeito decreta luto oficial pela morte de Flávio Galinari

O prefeito de Penápolis, Célio de Oliveira, decretou luto oficial de três dias pelo falecimento do presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Penápolis, o senhor Francisco Flávio Galinari, ocorrido na noite de quinta-feira, 10 de julho. O decreto, de Nº4631, foi publicado hoje na imprensa local.
O prefeito Célio de Oliveira lamenta a perda do cidadão exemplar para a sociedade penapolense, pai de família, comerciante e merecedor de todo respeito e reconhecimento. “Flávio Galinari era um digno representante da classe dos comerciantes, um batalhador da categoria, uma pessoa que esteve sempre à frente das lutas pelo segmento. É uma perda muito grande para a sociedade penapolense”, disse o prefeito Célio de Oliveira 
Flávio Galinari iniciou sua vida de empresário com indústria de calçados, e atualmente, era comerciante com 06 lojas do ramo, sendo 03 delas em Penápolis. Ao propor o decreto, o prefeito também considerou a atuação de Flávio Galinari desde 1998 junto ao Sindicado do Comércio Varejista de Penápolis, sendo que atualmente Flávio exercia o cargo de presidente do Sindicato, no qual foi eleito em 2010 e reeleito recentemente em 2014. 
Em nome do município de Penápolis o prefeito Célio de Oliveira também externou sentimentos e condolências à família de Francisco Flávio Galinari, aos amigos e equipe do Sincomércio, lamentando o ocorrido. 

Secom – PMP

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2024 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade