Classificados

VÍDEOS

Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar
Morre o cantor sertanejo Davi, da dupla com Durval

SUA OPINIÃO

Você concorda com a aplicação de multa de R$ 500 para quem não estiver usando máscaras em locais com circulação de pessoas?


CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

17/07/2010

Laboratório: Caíque Rossi pede descentralização da coleta dos exames

O vereador Carlos Henrique Rossi Catalani, o Caíque Rossi (DEM), está reforçando junto à administração municipal pedido pela viabilização da descentralização da coleta dos exames laboratoriais no serviço público em Penápolis. A defesa do democrata foi formalizada através do requerimento nº 116, de 12 de abril de 2010. Até ontem o documento ainda não havia sido respondido pelo Poder Executivo. Caíque Rossi diz que o atual sistema de coleta dos exames de sangue, urina e fezes, apenas na Macro 2 de Saúde (Postão), causa várias dificuldades à população, especialmente aos moradores de regiões mais distantes da área central da cidade. A necessidade de deslocamentos para agendar e realizar a coleta para os exames laboratoriais envolve mais tempo e em parte, gastos com o transporte. “Apesar de ter perto de casa uma unidade de Saúde do município, o morador, por exemplo do Bairro Sílvia Covas, tem que ir ao centro uma primeira vez para agendar o exame, uma segunda vez para a coleta e uma terceira vez para pegar o resultado”, conta o vereador. “Com a descentralização, passando a coleta também a ser feita nos Postos e demais Macros de Saúde,  o atendimento será bem mais fácil à população”. Caíque Rossi considera que a efetivação da descentralização da coleta possa ocorrer a partir da estruturação com treinamento de pessoal, disponibilização de um veículo e adequação de salas. “O resultado será muito positivo, proporcionando um importante avanço para nossa população, que nos cobra constantemente sobre isso”.

Pevi
Outro pedido reiterado por Caíque Rossi, ao lado do vereador Francisco José Mendes, o Tiquinho (PSDB), busca a mudança provisória da sede do Posto de Saúde do Jardim Pevi. A medida atende abaixo-assinado aderido por dezenas de moradores do bairro. A atual sede tem péssimas condições estruturais. Apesar de existir terreno e projeto para a construção de uma Macro de Saúde na Vila Planalto, que atenderá também o Jardim Pevi, o pedido da mudança provisória do Posto de Saúde se justifica pela demora que a obra possa levar para ser concluída. (Imprensa/Câmara)

Vereador Rodolfo Valadão também quer a descentralização de coleta de exames

A descentralização da coleta de exames laboratoriais no serviço público em Penápolis também é defesa do vereador Rodolfo Valadão Ambrósio, o Dr. Rodolfo (PV). Ele e os vereadores Zeca Monteiro (PT) e Ricardinho Castilho (PT), estudam a medida desde a visita à AVAPE, em Araçatuba, no começo de 2010. Dr. Rodolfo conta que a descentralização tem ganhado força em outras reuniões com a administração municipal e a  sua efetivação deverá  ocorrer dentro das mudanças na administração do Programa Saúde da Família (PSF) pela Associação de Valorização de Pessoas com Deficiência (AVAPE). O vereador  voltou a discutir  a viabilidade da descentralização em encontro anteontem com o diretor e coordenador do Consórcio Intermunicipal de Saúde (CISA), respectivamente  Tiago Idalgo e Edivaldo Trindade. O laboratório Adolfo Lutz, na Macro de Saúde, é de responsabilidade do CISA. Dr. Rodolfo foi informado que para a descentralização  da coleta haverá treinamento técnico, estruturação  de salas nos postinhos e destinação de um veículo. O coordenador do CISA afirmou que a organização para essa mudança demanda cuidados, como o atendimento de tempo limite entre a coleta e a leitura dos exames. Alguns tipos de exames, pela complexidade, deverão continuar tendo coleta na Macro 2. Em junho o CISA, incluindo o atendimento às cidades da comarca, registrou a realização de 11.255 exames em seu laboratório e o encaminhamento de aproximadamente 4 mil para fora. Imprensa/Câmara

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2020 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.