Classificados

VÍDEOS

Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar
Morre o cantor sertanejo Davi, da dupla com Durval

SUA OPINIÃO

Você concorda com a aplicação de multa de R$ 500 para quem não estiver usando máscaras em locais com circulação de pessoas?


CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

08/04/2015

Justiça condena Nivaldo Martins a 17 anos de prisão

DA REPORTAGEM

A Justiça de Penápolis condenou nesta semana o delegado Nivaldo Martins Coelho a 17 anos e três meses de prisão. Ele foi acusado pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público de Araçatuba, de ter cometido 22 crimes. Além da prisão, ele foi condenado ainda a perder o cargo de delegado. A Sentença foi proferida pelo juiz da 1ª Vara do Fórum de Penápolis, Marcelo Yukio Misaka. Como a decisão ainda é em primeira instância cabe recurso.
Segundo a sentença, o juiz julgou o pedido parcialmente procedente, condenando o delegado por 13 crimes, sendo seis vezes por corrupção passiva, três por violação do sigilo profissional, duas prevaricação e falsidade ideológica e associação ao crime. Em sua sentença, o juiz ainda concedeu “perdão judicial” para duas testemunhas do caso que teriam aceitado ajudar nas investigações através da “delação premiada”. 
Como cabe recurso, o advogado de Nivaldo alegou que irá entrar na Justiça com o recurso que lhe cabe, mas como ainda não havia tomado ciência do conteúdo da sentença, preferiu não se prolongar sobre o assunto. Nivaldo não poderá aguardar o julgamento do recurso em liberdade, devendo permanecer preso em uma unidade prisional da Polícia Civil, em São Paulo, onde está desde novembro do ano passado.

(Rafael Machi)

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2020 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.