Classificados

VÍDEOS

Residência pega fogo em Penápolis
Penápolis no programa Cidade contra Cidade do SBT em 1989

CLIMA

Tempo Pen�polis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endere�o Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

29/10/2022

Jovem baleado em Avanhandava continua internado e pode ficar paraplégico, diz pai

O jovem de 19 anos, baleado no pescoço na noite de terça-feira (25), em Avanhandava, poderá ficar paraplégico. A informação foi passada por telefone pelo pai do jovem, Luís Finco, que atualmente mora em Nipoã (SP) e divulgado pela página AvaNews, no Facebook.
O rapaz segue internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da Santa Casa de Araçatuba, onde passou por uma cirurgia que durou mais de três horas, na última quarta-feira (26). Segundo o pai, o estado de saúde é estável e ele estaria em coma induzido.
“Meu filho recebeu três tiros, sendo que um deles atingiu a coluna cervical, havendo vazamento de líquido da medula. Os médicos disseram que é de 95% a chance dele não andar mais e 5% de voltar a ter os movimentos. É preciso esperar 72 horas para ver como será a reação após a cirurgia. Ele não tem previsão de sair da UTI e, infelizmente, a situação é essa”, explicou.
Perguntado sobre como está lidando com a situação, Finco frisou que é com muita tristeza. “Apesar de ser usuário de drogas, ter problemas epiléticos e tomar remédio controlado, ele é filho da gente, então, é por isso que estamos abatidos com tudo e da forma como aconteceu. A discussão teria sido por causa de um cigarro, que custa dez centavos.É difícil aceitar”, destacou.
Ele lembrou que, quando mudou de Avanhandava, o jovem estava internado em uma clínica de recuperação. “Ele era agressivo e não poderia ficar na sociedade por causa dos problemas que tinha. No dia dos fatos, inclusive, ele tinha convulsionado, febre e não estava bem. Meu filho estava vivendo na rua e íamos pagar um cômodo para ele ficar, mas aconteceu essa fatalidade”, finalizou.

Crime
O fato ocorreu no bairro Vale dos Signos, em Avanhandava. O autor teria sido identificado pela própria vítima, que precisou ser socorrida ao hospital. 
Segundo o que foi apurado, policiais civis foram acionados a comparecerem na rua Ângelo Linhares, por volta das 19h00, com a informação de que uma pessoa havia sido vítima de disparo de arma de fogo. Ao chegarem, encontraram o local preservado pela Polícia Militar.
As primeiras informações eram de que o rapaz, por motivos a serem apurados, havia sido atingido por um disparo na região do pescoço durante uma discussão, tendo o suspeito fugido do local em seguida. A vítima foi socorrida por uma ambulância ao Pronto Socorro de Penápolis, onde recebeu atendimento médico. 
Com a informação, os policiais foram ao hospital, oportunidade em que conseguiram conversar com a vítima, que informou quem teria sido o autor do disparo. O caso segue sendo investigado pela Polícia Civil. 

(Com informações de Odair Vicente/Avanews)

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2024 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade