Classificados

VÍDEOS

Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar
Apaixonados por carros antigos se reúnem em Penápolis

SUA OPINIÃO

Você tem respeitado a quarentena e ficado em casa neste período de pandemia?


CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

19/01/2013

Jardim Tókio: Moradores reclamam de lixo jogado em calçadas

Rafael Machi
Detalhes Not�cia
Lixo se acumula sobre a rua Amadeu Soliani, causando reclamações de moradores

DA REPORTAGEM

 

Os moradores do Jardim Tókio, em Penápolis, estão revoltados, pois algumas ruas do bairro estão se transformando em verdadeiros lixões a céu aberto, as calçadas e terrenos estão tomados por restos de materiais de construção e lixo orgânico, jogados por outras pessoas que não respeitam os moradores locais.

A reclamação é do munícipe José Antônio Garcia, que tem um desses lixões próximo de sua casa, localizada perto do cruzamento da avenida Júlio Dualib com a rua Campos Sales. Ele disse que já viu pessoas jogando entulho na calçada de uma empresa do bairro, mas não conseguiu impedir a ação. "Quando vi o rapaz jogando entulho próximo da minha casa fui conversar com ele, que não quis me ouvir, simplesmente continuou jogando e rapidamente foi embora", disse.

A reportagem do DIÁRIO foi ao local e constatou que no citado endereço a situação é realmente crítica. Diversos galhos de árvores, garrafas, restos de materiais orgânicos e até a cabeceira de uma cama estava no local. O entulho fica jogado no cruzamento das vias, que em horário de pico tem grande movimentação de uma fábrica, cuja calçada é jogado os entulhos. No trecho da avenida Amadeu Soliani próximo à rodovia Arnaldo Covolan, também existe um destes pontos de entulhos expostos sobre a calçada, cujo cheiro é bastante desagradável. É possível encontrar galhos de árvores, restos de materiais de construção e até um vaso sanitário, o que pode proporcionar um risco para saúde das pessoas que moram próximas, principalmente nesta época de chuva, onde a proliferação do mosquito da Dengue aumenta consideravelmente.

 

DAEP

A reportagem entrou em contato com o Departamento de Água e Esgoto de Penápolis, o DAEP, que é responsável por este tipo de limpeza na cidade. De acordo com a presidente do Departameto, Silvia Shinkai, os funcionários não tinham conhecimento do problema enfrentado pelos moradores do bairro, mas afirmou que na segunda-feira, 21, enviará um responsável ao local para averiguar a situação e providenciar a limpeza das ruas do bairro. "Este é um procedimento padrão do DAEP, assim que recebemos o comunicado do munícipe enviamos alguém ao local para averiguar o que está acontecendo e mandamos fazer a limpeza", explicou.

Segundo Silvia, está programado para logo após o Carnaval, uma grande operação envolvendo o DAEP, o Departamento de Obras, a Vigilância Sanitária e outros departamentos da Prefeitura para a realização da revitalização da cidade. "Será feita a limpeza das ruas, capinação de praças e outros espaços, a pintura de sarjetas, entre outras ações. Sabemos das condições em que muitos bairros estão e por isso realizaremos esta grande operação", revelou.

Silvia alerta a população que não basta apenas limpar, é preciso haver conscientização. "As pessoas têm que saber que a cidade precisa estar em boas condições para oferecer uma qualidade de vida, mas infelizmente temos algumas pessoas que acham que podem jogar lixo e entulho em qualquer lugar, se esquecem que estão fazendo um mal para elas mesmas. É preciso que as pessoas denunciem ao ver este tipo de situação", ressaltou. (Rafael Machi)

 

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2020 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.