Classificados

VÍDEOS

Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar
Residência pega fogo em Penápolis

CLIMA

Tempo Pen�polis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endere�o Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

09/03/2014

Ecoesportista fará pesquisa nos rio Lajeado e Bonito

Imagem/Reprodução
Detalhes Not�cia
Entre outros trabalhos, Dan Robson tem o objetivo de identificar e fiscalizar os mananciais e o sistema de abastecimento de água

DA REPORTAGEM

O ecoesportista Dan Robson estará a partir desta terça-feira (11) até a próxima sexta-feira (14) realizando um trabalho de pesquisa sobre os rios Lajeado e Bonito. A expedição tem o objetivo de verificar a qualidade da água dos, bem como captar imagens das margens para o desenvolvimento de projetos para preservação destas fontes naturais. O projeto desenvolvido na cidade tem o apoio do Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis (DAEP) e fará parte das comemorações do Dia Mundial da Água, celebrado em 22 de Março. De acordo com a programação, Dan deverá realizar nos dias 12 e 13 os trabalhos no rio Lajeado e Bonito, onde fará a coleta de amostras da água para análise de qualidade. No Lajeado, manancial de abastecimento de Penápolis, o ecoesportista percorrerá 38 km da nascente até a Estação de Captação e depois mais 19 km até a foz. Os resultados do trabalho devem ser apresentados no dia 14 durante palestra no Teatro Lúmine, a partir das 19h30. Usando um caiaque equipado com instrumentos específicos, Dan elaborará um mapeamento da qualidade da água e suas condições para consumo humano, dar apoio técnico em saneamento a programas e ações desenvolvidas por órgãos públicos da administração direta e indireta e demais entidades públicas e privadas no mundo e identificar e fiscalizar os mananciais e o sistema de abastecimento de água, coletando amostras para análise em laboratórios de referência pública ou privada. Os parâmetros analisados por ele vão desde a temperatura das águas - de fundamental importância para os sistemas aquáticos terrestres, já que os organismos possuem diferentes reações às mudanças deste fator – até os Coliformes. Este parâmetro visa avaliar o potencial de contaminação da água por patogênicos de origem fecal. Baseia-se na determinação empírica da concentração de coliformes fecais em um dado volume de água. 

Água no Planeta
A Terra possui 1,4 milhões de quilômetros cúbicos de água, mas apenas 2,5% desse total é doce. Os rios, lagos e reservatórios de onde a humanidade retira o que consome só correspondem a 0,26% desse percentual. Daí a necessidade de preservação dos recursos hídricos. Em todo mundo, 10% da utilização da água vai para o abastecimento público, 23% para a indústria e 67% para a agricultura. Apesar de 70% da Terra ser constituída de água, apenas 2% estão disponíveis na superfície para ser utilizada pelo homem. Os números que representam o uso e desperdício da água são alarmantes e se as pessoas não mudarem seu comportamento com relação a esse recurso natural, o futuro da humanidade pode ser comprometido.
Para a ONU, a quantidade de água existente no planeta é mais do que suficiente para atender as necessidades de toda a população mundial, no entanto, 11% dos habitantes da Terra, cerca de 783 milhões de pessoas, não tem acesso à água potável e 37% vivem sem esgoto.
Poluição e desperdício aumentam a cada dia e comprometem a qualidade da água doce utilizável no planeta. Segundo a ONU, o ser humano necessita de apenas 50 litros por dia para utilizar em suas necessidades diárias como o banho, higiene pessoal e consumo, mas os números atuais estão muito distantes desse ideal. Para tentar mudar essa realidade cruel, a ONU decidiu que 2013 será o Ano internacional da Cooperação pela Água. O objetivo é divulgar mundialmente dados sobre ela, forma de utilizar, respeito pelo recurso, informações sobre desperdício e poluição e promover, de forma planetária, a sensibilização pela causa. A Campanha mundial terá múltipla dimensão, incluindo aspectos culturais, educacionais, éticos, sociais, institucionais, econômicos, científicos e até religiosos. Segundo a ONU, a abordagem multidisciplinar será essencial para entender conceitos e promover a conscientização global de maneira holística. A vinda de Dan Robson a Penápolis foi intermediada pelo amigo penapolense Olmair Perez Rillo, Consultor de Marketing. (Rafael Machi)

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2022 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade