Classificados

VÍDEOS

Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar
Apaixonados por carros antigos se reúnem em Penápolis

SUA OPINIÃO

Você mantém a tradição de frequentar bailes com marchinhas de carnaval?


CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

07/09/2019

Dois meses após sua inauguração, Centro ainda não executa castrações

Imagem/Rafael Machi
Detalhes Not�cia
Centro de Castração foi inaugurado no fim de junho, mas ainda não iniciou prestação do serviço à comunidade

DA REPORTAGEM

Após dois meses da inauguração do Centro de Zoonoses e Castração de Penápolis – antiga reivindicação da população, ainda aguarda para a utilização do serviço público de castração de cães e gatos. Hoje, o serviço já conta com o veterinário, mas a falta de equipamentos específicos fez com que o serviço de castração ainda não fosse iniciado.
Alguns munícipes que procuraram o atendimento no novo prédio localizado no recinto de exposições da cidade, relataram que não puderam agendar o serviço de castração por conta da falta de equipamentos utilizados no procedimento. O fato também foi constatado pela reportagem do DIÁRIO, que ao procurar pelo atendimento foi informado que os agendamentos ainda não estavam sendo realizados.
O atraso no atendimento já era previsto pela Secretaria de Saúde através do Serviço de Vigilância Epidemiológica antes mesmo da inauguração do Centro de Castração, isso porque, a prefeitura já havia informado que as castrações deveriam ser iniciadas nas semanas seguintes à inauguração, em 29 de junho, já que ainda estavam sendo adquiridos os últimos equipamentos e mobiliários necessários à sala de cirurgia. O processo de aquisição já havia sido efetuado pela Prefeitura e aguardava-se o término da entrega pelos fornecedores.
O centro de Zoonoses e Castração de Penápolis conta com 300 m.2 de construção, distribuídos entre recepção, salas para médico veterinário, gatil, canil, sala de cirurgia, sala de observação, sala de vacinas, autoclave, expurgo, copa, almoxarifado, vestiários e banheiros acessíveis, além de abrigo para lixo. O valor investido foi de R$ 115 mil com recursos próprios do município.
O assunto de castração animal ganhou força em Penápolis ainda em 2014 com o ex-vereador Lucas Casella, mas foi somente em janeiro de 2018 que a prefeitura anunciou o início das obras, que duraram um ano e meio.
Em junho deste ano, o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo chegou a apontar a obra do Centro de Castração entre as 12 obras que estavam paradas ou atrasadas no município.
Equipamentos
Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde informou que licitou a compra de diversos equipamentos que serão utilizados no centro cirúrgico, mas alguns equipamentos ainda não foram entregues pelas empresas vencedoras.
“Ainda não foram entregues, equipamentos como monitor cirúrgico multiparamétrico, máquina de tosa, canil, balança, autoclave, foco cirúrgico, maca, mesa para instrumentais e medicamentos”, informou a Secretaria.
A nota informa ainda que a previsão é que os equipamentos sejam entregues até o final de setembro, e que o serviço de castração comece em outubro. “Vale ressaltar que as datas podem ser alteradas, caso haja atraso na entrega desses materiais”, destacou a Secretaria.
“O Centro de Controle de Zoonoses é responsável pela execução de ações de prevenção a zoonoses, ou seja, doenças de animais que podem ser transmitidas aos humanos, como a raiva e a leishmaniose. O trabalho do CCZ inclui o atendimento médico veterinário, vacinação de animais, controle de escorpiões e outras pragas. A castração é uma das ações deste controle”, finalizou a prefeitura. (Rafael Machi)

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2020 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.