Classificados

VÍDEOS

Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar
Morre o cantor sertanejo Davi, da dupla com Durval

SUA OPINIÃO

Você concorda com a aplicação de multa de R$ 500 para quem não estiver usando máscaras em locais com circulação de pessoas?


CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

31/10/2010

Dilma x Serra: Brasileiros escolhem novo presidente

Reprodução
Detalhes Not�cia

DA REPORTAGEM

Milhões de brasileiros vão às urnas hoje para eleger o novo presidente da República que dirigirá os destinos do Brasil nos próximos quatro anos, exercendo seu papel de cidadão, contribuindo assim para a democracia do País. Em Penápolis, 44.570 eleitores estão aptos para votar, nos 17 locais de votação em 115 seções eleitorais, incluindo as agregadas. O horário das eleições é das 8h00 às 17h00, mas havendo ainda eleitores na fila para votar serão distribuídas senhas. No Estado de São Paulo, o voto neste 2º turno é somente para presidente. Após digitar o número do candidato escolhido, o eleitor deve conferir o nome, número e foto que aparecerão na tela antes de confirmar o seu voto. Ao final aparecerá na tela FIM, encerrando a votação. Para as pessoas analfabetas, menores de 18 anos ou maiores de 70, o voto é facultativo, para as demais é obrigatório para ficar em dia com a Justiça Eleitoral. As pessoas gestantes, idosas, deficientes físicas ou com crianças de colo terão atendimento prioritário.

Documento
Na hora do voto, basta um documento oficial com foto, podendo ser carteira de identidade, de trabalho, habilitação, certificado de reservista ou passaporte. Não serão aceitos carteira de clube ou crachá do trabalho, certidões de casamento e de nascimento, entre outras. Quem levar só o título não votará. Quando o eleitor chegar à sessão deve mostrar o documento com foto. Os dados serão conferidos com os que estão no caderno de votação que deverá ser assinado pelo eleitor, só depois ele é autorizado a votar. A lei ainda estabelece algumas regras para o eleitor na hora da votação. Não será permitido entrar na cabine de votação com telefones celulares ligados, máquinas fotográficas e filmadoras, sendo deixados estes equipamentos com o mesário antes do início do voto. O uso de broches e adesivos do candidato também não é permitido. A manifestação do eleitor dentro da seção eleitoral e nos seus arredores deve ser sempre individual e silenciosa. A lei atual já proíbe a confecção de camisetas de candidatos, mas, caso o eleitor esteja usando a camiseta do partido, o presidente da seção eleitoral poderá pedir que ele troque de roupa. Vale lembrar que também não será permitido o uso de alto-falantes e amplificadores de som ou a promoção de comícios e carreatas. A “boca de urna” também é proibida e punível com detenção de seis meses a um ano ou prestação alternativa de serviços à comunidade.
 
Justificativa
Haverá mesa receptora de justificativa nas escolas EMEF Marcos Trench (Vila Fátima), EE Yone Dias de Aguiar (Vila Fátima), Funepe - Fundação Educacional de Penápolis (Vila Martins), EE Adelino Peters (Centro), EE Luiz Chrisóstomo de Oliveira (Centro) e EMEF Armelindo Artioli (Jardim Del Rey). Para os deficientes físicos e visuais haverá uma seção especial na EE Dr. Carlos Sampaio Filho.  Os eleitores que votam na escola Casa da Amizade, no bairro Vila América, precisam ficar atentos, pois votarão na Faculdade FAASP (Faculdade de Saúde de São Paulo) localizada à rua Antônio Veroneze, 850, Jardim Pôr do Sol. O motivo da mudança é a reforma que está sendo feita na escola, o que impossibilita o local de receber os eleitores para a votação. (Ivan Ambrósio)

Biografia de Dilma Rousseff

Dilma Vana Rousseff, nasceu em Belo Horizonte/MG, no dia 14 de dezembro de 1947. É economista e política brasileira, filiada ao Partido dos Trabalhadores (PT). Foi ministra-chefe da Casa Civil durante o Governo Lula. Participou da equipe que formulou o plano de governo na área energética na eleição de Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência da República em 2002, onde se destacou e foi indicada para titular do Ministério de Minas e Energia. Novamente reconhecida por seus méritos técnicos e gerenciais, foi nomeada ministra-chefe da Casa Civil devido ao escândalo do mensalão, crise que levou à renúncia do então ministro José Dirceu. Foi considerada pela Revista Época uma dos 100 brasileiros mais influentes do ano de 2009.

Biografia de José Serra

José Serra nasceu em São Paulo/SP no dia 19 de março de 1942. É economista e político brasileiro, filiado ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). Em 2006 foi eleito governador do estado de São Paulo já no primeiro turno, fato inédito no estado até então (Geraldo Alckmin do mesmo partido viria a repetir o feito em 2010). Ocupou o cargo de governador do estado de São Paulo no período de 1 de janeiro de 2007 até 2 de abril de 2010, quando renunciou ao cargo para se candidatar pela segunda vez à Presidência da República. Serra já exerceu também os mandatos de deputado federal constituinte (1987-1991), deputado federal (1991-1995), senador (1995-2003) e prefeito de São Paulo (2005-2006) e os cargos de secretário de Planejamento de São Paulo (1983/1986), ministro do Planejamento e Orçamento (1995-1996) e ministro da Saúde (1998-2002).  

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2020 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.