Classificados

VÍDEOS

Apaixonados por carros antigos se reúnem em Penápolis
Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar

SUA OPINIÃO

Você tem respeitado a quarentena e ficado em casa neste período de pandemia?


CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

04/11/2015

Dia de Finados leva muitas pessoas aos cemitérios

Rafael Machi
Detalhes Not�cia
Alguns túmulos se destacaram sobre a quantidade de flores e velas, como a de uma criança natimorto que está sepultada na Necrópole

DA REPORTAGEM

Mantendo a tradição de relembrar de parentes e amigos que já faleceram, centenas de pessoas visitaram os dois cemitérios de Penápolis neste fim de semana prolongado de Finados, celebrado nesta segunda-feira (02). A movimentação registrada foi grande desde sábado (31), pois muitas pessoas preferiram adiantar às visitas e assim fugir da grande aglomeração que ocorre no feriado. Em ambos os cemitérios, o período de maior movimentação ocorreu durante a realização de missas pela manhã. 
Representantes de igrejas evangélicas também realizaram cultos, atraindo bom número de pessoas durante todo o dia. Nenhum incidente de maior gravidade foi registrado durante o dia de visitação. Nos cemitérios foram disponibilizados bebedouros com água e banheiros químicos. 
Funcionários da Vigilância Epidemiológica de Penápolis estiveram na Necrópole orientando as pessoas sobre a importância de manter os vasos de flores livre do acúmulo de água, evitando a proliferação do mosquito da dengue. Com o apoio dos atiradores do Tiro de Guerra, as pessoas que chegavam com vasos em embalagens plásticas eram orientados a tirá-las. A Polícia Militar realizou rondas durante todo o dia para garantir a segurança das pessoas que chegavam e saiam dos cemitérios. 
O Conselho Tutelar também esteve presente para prevenir que crianças e adolescentes estivessem pedindo dinheiro para os motoristas que estacionavam nas proximidades. A movimentação foi intensa também fora da Necrópole Santa Cruz por conta da comercialização de diversos produtos como flores, velas, lanches, salgados, caldo de cana, água, refrigerante e as tradicionais melancias. Da mesma forma, a movimentação de pessoas foi grande, principalmente no período da manhã, no cemitério Jardim da Paz. 
Dentre as diversas homenagens nos cemitérios, o que mais se via eram pessoas carregando flores aos túmulos, acendendo velas e rezando, seja em grupo ou sozinhas. O ato de prestar homenagens para aqueles que se foram é considerado um ato de amor e também de fé, pelo menos é o que pensa a dona de casa Maria Josefina Vital. 
“Sempre venho ao cemitério para prestar minhas homenagens aos parentes que tenho enterrados aqui. Para mim é uma forma de relembrar coisas boas e rezar por suas almas”, afirmou.

(Rafael Machi)

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2020 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.