Classificados

VÍDEOS

Apaixonados por carros antigos se reúnem em Penápolis
Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar

SUA OPINIÃO

Você tem respeitado a quarentena e ficado em casa neste período de pandemia?


CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

18/05/2013

Daep retoma construção de nova adutora

Secom-PMP
Detalhes Not�cia
A construção da nova adutora garante o abastecimento de água em toda a cidade

A equipe de obras do Daep (Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis) retomou os trabalhos de implantação de tubulação da nova adutora de água, que irá aumentar a capacidade de reservação de água tratada. A adutora é responsável por captar a água bruta diretamente do Ribeirão Lajeado e levá-la até os reservatórios da ETA (Estação de Tratamento de Água), localizada da sede do Daep. Ao todo, entre mão de obra, material da adutora e recomposição do asfalto, são investidos cerca de R$600 mil, com recursos próprios.

Com a construção da nova adutora, haverá um aumento significativo de 30% na vasão de água bruta captada do Ribeirão Lajeado e maior volume de água armazenada e tratada nos reservatórios da Estação de Tratamento. Até o momento, o abastecimento de água no município era realizado por duas adutoras antigas.

De acordo com a diretora presidente do Daep, Silvia Mayumi Shinkai de Oliveira, a construção da nova adutora vai garantir a continuidade de abastecimento de água em toda a cidade. "Caso aconteça algum rompimento ou vazamento nas adutoras antigas, a nova adutora dará continuidade ao serviço e não haverá mais falta de água na cidade", explicou Sílvia Shinkai.

De acordo com com o projeto, a nova adutora possui 2.250 metros de tubulação de ferro fundido, que incia na Estação de Captação (junto ao Lajeado, no final da rua Altino Vaz de Mello) e vai até a Estação de Tratamento (junto à sede do Daep na avenida Adelino Peters 217, Jardim São Vicente). Os tubos possuem 300 milímetros de diâmetro, com anéis de borracha. A tubulação passa pela Rua Altino Vaz de Melo, Rua José Rodriguero, Avenida João Batista de Carvalho e Avenida São Vicente até chegar na sede do Daep. A previsão é que a obra seja finalizada em 45 dias.

 

Interrupção

A construção da nova adutora iniciou no ano passado, porém, precisou ser interrompida devido à falta de emulsão asfáltica para recompor a pavimentação, que não foi entregue pelo fornecedor; e também devido ao período de muitas chuvas nos primeiros meses de 2013.

Segundo a diretora presidente do Daep, Silvia Shinkai, as obras não puderam avançar sem material para reparar o asfalto, pois causaria muitos transtornos aos moradores da região. "Além disso, não é possível efetuar obras em período de chuvas, pois seria um desperdício de material e serviço. Portanto, retomamos neste mês a construção da nova adutora", disse Sílvia Shinkai. A obra de construção da adutora é realizada em parceria com a Secretaria de Obras e Serviços, responsável pela recuperação do asfalto.

O Daep pede a compreensão e colaboração da comunidade, principalmente das pessoas que residem nas ruas onde a obra é realizada. "Sabemos que essa obra causa transtornos no dia a dia das pessoas, em especial ao trânsito nesses locais, pois a ruas ficarão interditadas. Porém, é uma obra necessária, para garantir o abastecimento de água em toda cidade", concluiu a diretora presidente do Daep, Sílvia Shinkai de Oliveira. Secom – PMP

 

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2020 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.