Classificados

VÍDEOS

Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar
Apaixonados por carros antigos se reúnem em Penápolis

SUA OPINIÃO

Você se preocupa em não compartilhar informações falsas sobre o Covid-19 em redes sociais na internet?


CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

21/11/2018

Cultura: A voz das mulheres no Sesc Birigui

DA REDAÇÃO

A violência contra a mulher é uma realidade no mundo todo. Na maioria das vezes, as ações são disfarçadas por argumentos de “questões culturais”, sendo o Brasil o quinto país com o maior número casos de feminicídio, de acordo com um ranking de 83 países pesquisados. 
A campanha anual global 21 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher, promovida pela Organização das Nações Unidas (ONU), possui o intuito de mobilizar a população mundial a discutir questões relacionadas a esse universo. 
Neste sentido, o Sesc Birigui desenvolve no período de 20 de novembro a 10 de dezembro o projeto Dona de Mim, uma série de atividades que contempla a cultura, a arte, a legislação e a voz das mulheres, por meio de espetáculos de música, circo e teatro, palestras, rodas de conversa, exibição de documentário seguida de bate-papo, e também cursos e oficinas. 
O Coletivo Ateliê TRANSmoras chega ao Espaço de Tecnologias e Artes do Sesc Birigui com a vivência Descolonize-se. Em uma roda de conversa, o grupo abordará a ressignificação do corpo, da beleza, gênero e sexualidade com reaproveitamento de materiais e experimentação têxtil. Na oficina que começou ontem (20) e vai até amanhã (22), das 18h30 às 21h30, será confeccionado uma peça-síntese que ficará exposta no espaço. As inscrições podem ser feitas pelo Portal Sesc. 
O corpo carrega marcas e experiências pessoais que dizem respeito a quem vivência. Ao olhar para o espelho, a visão obtida é de você mesmo ou de outra pessoa? O ato de enxergar é feito pela lente dos seus olhos ou pelos outros? O bate-papo O direito ao corpo discute essas questões e convida Erica Malunguinho, Nilessa Tait e Raquel da Cruz. O diálogo acontece quinta, dia 29, às 19h30, no Teatro. Os ingressos podem ser retirados com 1h de antecedência. 
O espetáculo Casa de tolerância, com a Companhia do Miolo, explora as intolerâncias e discriminações a questões referentes ao universo feminino. As apresentações aconteceram sexta e sábado, dia 30 e 1/12, às 20h e domingo, dia 2/12, às 19h, na Oficina dos Macacos – Rua Santos Dumont, 66, Araçatuba. A programação continua até a segunda semana de dezembro, com exibições, oficinas, intervenções, aulas abertas e bate-papos.  
Além da programação no Sesc Birigui, um conteúdo digital foi preparado para expandir o tema e possibilitar a escuta de relatos das mais variadas formas de violência sofridas por mulheres. São 21 relatos reais, recebidos de mulheres de várias idades, classes sociais e formações que reforçam a importância de ações que dão visibilidade a este problema sócio-cultural brasileiro. Web docs e a produção de curta-metragens completam a programação digital que vem somar às atividades. 
Os depoimentos podem ser acessados em www.sescsp.org.br/donademim .

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2020 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.