Classificados

VÍDEOS

Penápolis no programa Cidade contra Cidade do SBT em 1989
Saudoso Tachinha e seu Ford 29 - entrevista de 2008 - por Ricardo Alves (Cacá)

CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

03/07/2020

Covid-19: Penápolis quer adotar novo protocolo de medicamentos

Imagem/Arquivo DIÁRIO
Detalhes Notícia
Combate à doença com medicamentos será iniciado com paciente na Unidade Básica de Saúde

DA REPORTAGEM

O prefeito de Penápolis, Célio de Oliveira (sem partido) e o secretário municipal de Saúde, Wilson Carlos Braz, anunciaram nesta quinta-feira (02), durante transmissão de vídeo feita pelas redes sociais da Prefeitura, que a cidade poderá ter, nos próximos dias, uma nova metodologia no tratamento da primeira fase dos pacientes que possuem o Covid-19. O tratamento passaria a ser uma recomendação, mas ainda dependeria da avaliação e prescrição médica de acordo com a necessidade e resposta de cada paciente. 
Segundo o divulgado por eles, a recomendação seria para a um “kit medicação” composto por três diferentes medicamentos, sendo a ivermectina, hidroxicloroquina e a azitromicina.
O secretário de Saúde explicou que a medida vem sendo discutida com os médicos do programa de Estratégia de Saúde da Família para que o kit possa ser aplicado no paciente que dê entrada nas Unidades Básicas de Saúde já com os sintomas da doença. “Um paciente chegando na unidade com síndrome gripal, que abrange dor de cabeça, febre, dor nos olhos, tosse seca, ele será submetido a um eletro para verificar a possibilidade da ingestão dos medicamentos. Ao terceiro dia dos sintomas, será feita a tomografia no paciente para saber se ele tem 25% do pulmão comprometido e dentro deste quadro nosso objetivo é que o paciente possa ser tratado na primeira fase dos sintomas, para que ele não se agrave e precise de internação hospitalar”, explicou. 
Ainda segundo ele, a medida beneficia também o quadro de leitos vagos na UTI e também na enfermaria do hospital de campanha de Penápolis. 
Apesar da medida, Braz destacou que a aplicação destes medicamentos no paciente que ainda esteja na primeira fase da doença não tem comprovação científica, mas que a medida tem sido aplicada em outras cidades com bons resultados. “Na prática estão obtendo resultados positivos. Estão evitando que o paciente agrave o quadro e tenha que, sendo necessário, ser hospitalizado”, ressaltou. 
O prefeito afirmou que o projeto tem sido aplicado em outras cidades pelo país e que tem dado resultados bastante positivos. “Lugares em que a doença estava entrando em colapso tem dado certo e isso nos chamou a atenção. Estamos atentos a esta situação e vamos agir neste sentido”, afirmou. 

(Rafael Machi)

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2024 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade