Classificados

VÍDEOS

Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar
Morre o cantor sertanejo Davi, da dupla com Durval

SUA OPINIÃO

Entre aqueles, que até esta segunda-feira (13), se declararam pré-candidatos a prefeito de Penápolis, em quem você votaria nestas eleições?





CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

26/04/2019

Conseg reelege diretoria e ressalta segurança entre vizinhos

Imagem/Divulgação
Detalhes Not�cia
Diretoria reeleita no Conseg reúne autoridades em segurança e representantes da sociedade civil

DA REPORTAGEM

O Conselho Municipal de Segurança (Conseg) de Penápolis se reuniu na manhã desta quinta-feira (25) e elegeu sua nova diretoria que atuará nos próximos dois anos. O Conseg é composto por representantes de órgãos de segurança, do poder público e da sociedade civil penapolense e se reúne com frequência para discutir assuntos ligados à segurança municipal em diversos aspectos. Além da definição da nova diretoria, o grupo aproveitou a oportunidade para debater ações policiais e também sociais, como a criação do projeto “Vizinhança Solidária”, onde, em parceria com a Polícia Militar, munícipes participam de grupos em aplicativos de conversa para se ajudarem no monitoramento do bairro em caso de ações suspeitas.
Participaram do encontro representantes das Polícias Civil, Militar, Rodoviária e Ambiental, Conselho Tutelar, Secretarias Municipais de Trânsito e Assistência Social, Sindicato do Comércio Varejista (Sincomércio), Diretoria Regional de Ensino de Penápolis e demais representantes da Sociedade Civil. 
A nova diretoria do Conseg tem como presidente João dos Santos, o Jaó, o vice-presidente é o professor e consultor Antônio Felcar. Além deles, compõem ainda a diretoria constituída o jornalista e repórter do DIÁRIO DE PENÁPOLIS, Rafael Machi, e a conselheira tutelar Aline Rahal como 1º e 2º secretários respectivamente. Na função de diretor social foi nomeado Norberto Laranja. Além da diretoria constituída faz parte também do Conseg o Delegado do Município, Jovair Marcos Gruppo, e o comandante da 2ª Companhia da Polícia Militar de Penápolis, o Capitão PM Alex de Moura Brito. Estes dois fazem parte da chamada Diretoria Nata e são constituídos automaticamente como diretores do Conseg por serem autoridades de segurança em Penápolis.

Vizinhança Solidária
Na oportunidade, o representante da Polícia Militar, capitão Brito, ressaltou a importância do projeto criado pela PM onde, através de grupos de WhatsApp, vizinhos podem se comunicar e trocar informações sobre atitudes suspeitas próximas de suas residências. O projeto já havia sido apresentado aos demais membros do Conseg, que acataram a ideia. “O objetivo é o de, por meio da prevenção primária, melhorar a segurança pública local, incentivando a vizinhança a adotar medidas capazes de prevenir delitos e colaborar com o policiamento”, comentou.  
Segundo ele, o programa vem sendo implantado pela Polícia Militar em todo o Estado. “Ainda se trata de um projeto em implantação. Em Penápolis já estamos viabilizando alguns materiais necessários, como um sistema de WhatsApp e também placas em PVC que serão repassadas aos moradores participantes do projeto para que possam fixá-las em suas residências, mostrando que são vizinhos solidários”, explicou.
De acordo com a Polícia Militar, a prevenção primária é o início do combate à criminalidade. O cidadão conhece e sente diariamente as causas e os efeitos do crime, cuja percepção se torna ferramenta indispensável para orientar as ações de polícia, por isso a importância da prevenção primária.
Na prática, o programa é voluntário e pode ser implantado em ruas de um determinado bairro ou região, ou com identificação de um estabelecimento comercial que tenha obtido o Certificado de Análise de Risco de Vulnerabilidade, tudo de acordo com a definição e orientação da Polícia Militar. “Lembramos que o programa visa facilitar a comunicação entre vizinhos para a troca de informações sobre atitudes suspeitas, devendo, em caso de necessidade, a Polícia Militar sempre ser acionada através do 190”, ressaltou Brito.

(Rafael Machi)

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2020 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.