Classificados

VÍDEOS

Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar
Residência pega fogo em Penápolis

CLIMA

Tempo Pen�polis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endere�o Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

30/07/2017

Consórcio Ribeirão Lajeado preserva o manancial que abastece a cidade

Imagem/Secom – PMP
Detalhes Not�cia
Ao todo foram 35.647 horas máquinas voltadas para o manejo e conservação de solo

Criado em 1993, o CIRL – Consórcio Intermunicipal Ribeirão Lajeado sempre executou ações voltadas para a preservação do Ribeirão Lajeado, único manancial que abastece Penápolis. O Ribeirão Lajeado tem sua nascente no município vizinho de Alto Alegre, passa por Penápolis e sua foz é em Barbosa. Dessa forma, o consórcio contempla esses três municípios e desenvolve ações que visam a preservação e a qualidade hídrica do manancial. 
Dentre as atividades desenvolvidas pelo Consórcio, estão o plantio de mudas nativas nas áreas de APP (Área de Preservação Permanente) com anuência dos proprietários rurais e também o manejo e conservação do solo para evitar o assoreamento do Ribeirão Lajeado.
Para o prefeito de Penápolis, Célio de Oliveira, todas as ações executadas pelo Consórcio Ribeirão Lajeado fazem com que a população tenha uma situação privilegiada por não enfrentar problemas de racionamento ou falta de água. “Enquanto muitos municípios enfrentaram graves crises hídricas, o abastecimento de água não foi interrompido. Além disso, a qualidade da água que sai das torneiras é inquestionável, graças ao trabalho realizado pelo Daep (Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis)”, comentou o prefeito Célio de Oliveira. 

Balanço
O Consórcio Intermunicipal Ribeirão Lajeado efetuou recentemente um balanço das atividades realizadas desde sua criação (em 1993) até o primeiro semestre de 2017. 
De acordo com dados divulgados pelo Consórcio, foram atendidas 580 propriedades rurais (referentes aos três municípios integrantes). 
Ao todo foram 35.647 horas máquinas voltadas para o manejo e conservação de solo; além de conservação de estradas rurais. Com relação ao plantio de mudas, foram 372.587 mudas nativas plantadas nas áreas de preservação permanente ao longo do Ribeirão Lajeado; além da manutenção e replantio de diversas outras mudas existentes. 

Diagnóstico
Atualmente, o CIRL trabalha na elaboração de um diagnóstico da Bacia Hidrográfica para caracterizar a situação atual da mata ciliar, APPs, nascentes dos principais formadores e aspectos do uso e ocupação do ribeirão. Para esse serviço, foi contratada uma empresa especializada, com recursos do Fehidro via Comitê da Bacia Hidrográfica do Baixo Tietê. 
As informações obtidas serão utilizadas para a implantação de um programa consistente com ações específicas de melhoria no trabalho desenvolvido pelo consórcio, em prol da revitalização do ribeirão.
De acordo com a presidente do CIRL e prefeita de Alto Alegre, Helena Berto Tomazini Sorroche, o trabalho do consórcio é de longo prazo. “Nesses 24 anos de existência, hoje colhemos os frutos de ter um corpo d’água com qualidade das águas melhor do que muitos rios da região e do Brasil, que apresentam situações degradantes de assoreamento”, concluiu Helena Berto.

Secom – PMP

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2022 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade