Classificados

VÍDEOS

LIVE SOLIDÁRIA BANDA TUNA
Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar

CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

09/01/2015

Cidade entra em estado de alerta para epidemia de dengue

O município de Penápolis está bem próximo de passar por uma nova epidemia de dengue. Com a chegada do verão e o clima chuvoso, aumentou a proliferação do mosquito aedes aegypti, transmissor da dengue, e os casos positivos da doença começaram a surgir de maneira acentuada nos últimos meses.   
De acordo com levantamento feito pelo Serviço de Vigilância Epidemiológica, apenas no último trimestre de 2014, foram confirmados 210 casos de dengue em Penápolis, número muito alto se comparado ao ano anterior (2013), que neste mesmo período registrou apenas 01 caso de dengue. Somente no mês de dezembro de 2014, foram confirmados mais de 100 casos da doença. E 2015 também começou com casos positivos da doença, sendo que nesta primeira semana já foram confirmados 12 casos de pessoas com dengue.  
Segundo explicou a encarregada da Vigilância, Lucimari Domingues Oliveira, o município de Penápolis ainda não vive uma epidemia de dengue, mas está bem próximo disso, pois todos os dias surgem casos notificados da doença e resultados positivos de exames. Algumas regiões apresentam maior incidência de casos, como Vila Altimari, Vila Edejama, Jardim Boa Vista, Sílvia Covas e Jardim Eldorado. 

Explosão 
Segundo o secretário municipal de Saúde, Alex Marques Cruz, o ano passado foi um ano de estiagem, com poucas chuvas, e portanto menos casos de dengue. Entretanto, após o mês de outubro, com a chegada das chuvas, houve uma explosão dos casos de dengue. “Por isso é importante que a população não se acomode e continue a manter os quintais limpos, eliminando os criadouros do mosquito da dengue. As pessoas precisam entender que a dengue é uma doença que pode levar à morte e que a única forma de combatê-la é eliminando os criadouros”, alertou o secretário de Saúde, Alex Marques Cruz. 

Prevenção 
O Serviço de Vigilância Epidemiológica pede a colaboração da população para que permita a entrada dos agentes em suas residências, pois eles têm um olhar treinado para encontrar os criadouros e auxiliar os munícipes no combate à dengue. Para prevenção é essencial que pelo menos uma vez por semana a pessoa elimine tudo o que possa acumular água e servir de criadouro do mosquito em sua residência e local de trabalho. 
Os sintomas da dengue são febre alta acompanhada de dor de cabeça, dor nos olhos, dor nas articulações, nos músculos, cansaço e manchas na pele. Quem manifestar pelo menos dois destes sintomas deve procurar uma unidade de saúde.

Secom – PMP

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2021 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade