Classificados

VÍDEOS

Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar
Residência pega fogo em Penápolis

CLIMA

Tempo Pen�polis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endere�o Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

09/03/2016

Câmara reitera reclamação contra falta de sinal de celular

A Câmara Municipal de Penápolis voltou a ter na segunda-feira discussão sobre dificuldades  para uso de celular em parte da cidade. A principal reclamação ocorre sobre a  falta de sinal do serviço pela operadora Vivo no bairro Santa Terezinha. Apesar de vários documentos formalizados pelo Legislativo na defesa de solução, o problema ainda persiste. O vereador Jonas do Povo (PROS), que inclusive já recebeu em 2014 na cidade  a analista institucional, Ana Maria Vocci Caricarati, da Telefônica/Vivo de Bauru, para cobrar melhorias com o sinal de celular, criticou a falta de atendimento. “Não tem Vivo Pega Bem, é Vivo pega Nada”, disse o parlamentar na tribuna do Legislativo. “Se for preciso, iremos em comitiva até Bauru para mais uma vez cobrar a Telefônica/Vivo”. Jonas do Povo aponta ainda que a necessidade de sinal de celular na região do bairro Santa Terezinha aumenta diante de plano da administração municipal de viabilizar a instalação de Instituto Federal no prédio ocupado atualmente pela escola Sesi e  que  será retomado pela prefeitura a partir da conclusão do novo prédio da unidade.
O vereador Fábio Pereira da Silva, o Fabinho (PSDB), afirmou que o serviço da Vivo, ao invés de melhorar, piora no município. “A Vivo em Penápolis não é nem  G, é E, F”.
O vereador Zeca Monteiro (PT), repercutiu que  além do atendimento da Vivo ser insatisfatório na cidade, os planos da operadora são caros. “Não é Vivo, é Morta. Precisamos de atitude para combater isso “.
O pedido da Câmara Municipal à Vivo para que toda a cidade tenha acesso ao sinal de celular ocorre desde 2014. Documentos foram formalizados por iniciativa dos vereadores Fabinho, Zeca Monteiro e Jonas do Povo. Até Moção de Repúdio o Poder Legislativo já aprovou à Vivo e à Claro.

Belvedere
Jonas do Povo também tem pedido de investimentos da Vivo para disponibilização de telefonia celular móvel e internet para a região do Belvedere. A atuação busca  a implantação de antena para cobertura de área com aproximadamente 800 residências: Belvedere, Córrego dos Pintos, “Alcides”, Moinho de Vento, Natalino de Mello, Bahia e Ipê.

Imprensa/Câmara

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2021 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade