Classificados

VÍDEOS

Residência pega fogo em Penápolis
Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar

CLIMA

Tempo Pen�polis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endere�o Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

29/09/2015

Câmara Municipal realiza hoje audiência pública sobre o CISA

A Câmara Municipal de Penápolis promove audiência pública às 19h30 nessa terça-feira sobre o Consórcio Intermunicipal de Saúde (CISA). O encontro foi proposto pelo presidente do Legislativo, Alexandre Gil (PT), com o objetivo de realizar esclarecimentos sobre o funcionamento do serviço.  O petista teve a iniciativa a partir de preocupação dos servidores de que o CISA poderia ser fechado.  Para a discussão do tema, além da população em geral, a Câmara Municipal, convida  representantes da direção do CISA, Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, Conselho Municipal de Saúde e vereadores e prefeitos dos municípios integrantes do consórcio, composto por Penápolis,  Alto Alegre, Avanhandava, Barbosa, Braúna, Glicério e Luiziânia.
A audiência pública terá transmissão ao vivo pela TV Câmara (canal 14/TV a cabo) e internet (www.camaradepenapolis.com.br).

Tributário
O vereador Jonas do Povo (PROS), requereu à administração municipal alteração no código tributário  do município para melhor atendimento aos contribuintes com doenças graves em casos de reparcelamentos  de débitos. “Nossa defesa é para que o contribuinte que atrasar seu parcelamento  e desejar realizar outro, nos casos específicos de doenças graves, como câncer, seja dada isenção do pagamento de qualquer percentual  como entrada do saldo remanescente”, relata o vereador.
Jonas do Povo também indicou a cessão de bandeiras do Brasil, do Estado de São Paulo e do município de Penápolis ao Tiro de Guerra.

Luz
O vereador Ricardinho Castilho (PV), questiona a prefeitura sobre a iluminação do Parque Maria Chica. Ele busca informações sobre a possibilidade de urgente troca das lâmpadas queimadas e os motivos do problema. “Os inúmeros frequentadores diários do Parque Maria Chica questionam a precária iluminação no local, onde várias lâmpadas  permanecem queimadas bastante tempo. É uma situação que traz diversos perigos  aos usuários, como furtos, assaltos, além da presença de desocupados  que se aproveitam da escuridão reinante para consumo de entorpecentes”, considera.
Ricardinho Castilho também questiona se a administração municipal contratou empresa para zelar da Praça Dr. Carlos Sampaio Filho e se houve licitação para a medida.
                                                                                       
Imprensa/Câmara

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2021 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade