Classificados

VÍDEOS

Residência pega fogo em Penápolis
Penápolis no programa Cidade contra Cidade do SBT em 1989

CLIMA

Tempo Pen�polis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endere�o Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

18/10/2007

Avanhandava: Polícia já tem nomes dos depredadores do cemitério

A Polícia Civil de Avanhandava divulgou esta semana já ter os nomes dos autores do vandalismo praticado contra pelo menos 14 túmulos do cemitério de Santa Luzia no começo do mês, fato que causou revolta em muitos moradores. De acordo com o delegado titular de Avanhandava, Abelardo Alves Gomes, os responsáveis pelo vandalismo são três indivíduos, dois menores e um maior de idade. A Polícia, no entanto, não divulgou os nomes para não atrapalhar o andamento do inquérito.

Para o delegado, ao contrário da ação anterior, ocorrida no final de junho, a qual foi motivada por uma aposta entre adolescentes que participavam de uma festa, nesse caso os três elementos foram até o cemitério já com a intenção de depredar os túmulos. “Fatos como esse, classificamos como vandalismo direcionado”, explicou o delegado. “O que posso afirmar é que as provas contra eles são bastante contundentes”, completou.

Conforme a autoridade policial, os autores estão sendo intimados a prestar depoimento na Delegacia. O coveiro Luis Rodrigues dos Santos, o “Luis Bem”, confirmou a depredação de pelo menos 14 túmulos, alguns pertencentes a famílias tradicionais de Avanhandava. “O estrago desta vez foi maior que da outra ocasião”, afirmou.  As informações são de que o inquérito sobre a primeira depredação do cemitério, em junho, ainda não foi concluído. Uma aposentada de 66 anos, que teve o túmulo de parentes bastante danificado na semana passada, espera a punição dos autores do vandalismo e pede providência das autoridades, considerando que a cidade nunca esteve tão violenta como agora. (OV)
VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2024 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade