Classificados

VÍDEOS

Morre o cantor sertanejo Davi, da dupla com Durval
Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar

SUA OPINIÃO

Você concorda com a aplicação de multa de R$ 500 para quem não estiver usando máscaras em locais com circulação de pessoas?


CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

19/10/2008

Avanhandava: Mulheres garantem volta à Câmara em 2009

Detalhes Not�cia

Após uma Legislatura totalmente masculina, a Câmara de Vereadores de Avanhandava voltará a ter mulheres ocupando o cargo na Legislatura 2009-2012. De um total de doze candidatas nas últimas eleições, duas foram eleitas nas urnas e estarão se juntando aos sete homens também eleitos. Rosmeri Florêncio Gonçalves Garcia (PPS), a Rose, atual vice-prefeita e Márcia Perazza Verginassi (PR), foram eleitas com 216 e 183 votos respectivamente. Doutora Márcia como é conhecida, é estreante em política. A última mulher a ocupar o cargo de vereadora foi a servidora municipal Ada Tirintan. Eleita com 138 votos, Ada ficou até 2004 e não se candidatou à reeleição. "A época em que fui vereadora foi muito conturbada politicamente e achei que estava sem forças para tentar me reeleger, porém, isso não quer dizer que um dia possa me candidatar novamente", justificou Ada. 
Antes das eleições deste ano, em entrevista concedida ao programa "Especial Eleições" da rádio Liberdade, Ada previa a entrada de três mulheres para o Legislativo. "São mulheres que se eleitas tem totais capacidades para desempenhar o mandato na Câmara", observou a ex-vereadora. Ada é filha do ex-vereador e ex-vice prefeito Celso Tirintan, que alíás foi o primeiro vereador na história política do município a superar a marca dos 200 votos. O feito foi conseguido na eleição municipal de 1976, quando Celso pela ARENA obteve nas urnas 222 votos. Naquela época disputavam a Prefeitura os partidos do MDB e da ARENA, que na respectiva eleição elegeu a maioria dos 9 vereadores (6 da ARENA e apenas 3 do MDB, considerado partido de oposição). Para prefeito, a eleição em 1976 foi vencida por Willian Pinto de Arruda (ARENA), com 776 votos.  

Três em uma
O recorde da participação das mulheres na Câmara de Vereadores de Avanhandava ocorreu na Legislatura entre 1997 a 2000, quando três mulheres foram eleitas para o Legislativo na eleição de 1996, sendo Marisa Adas Pereira Vitalli, Sueli Navarro Jorge e Ana Lúcia Soares Pereira Rodrigues. A precursora do sexo feminino que abriu caminho para que outras tentassem a vitória nas urnas foi a professora aposentada Belmira Odette Cardoso Nanni, eleita pelo PMDB em 1982, após obter 73 votos. Atualmente, Belmira Nanni reside no litoral paulista. Uma de suas filhas, no entanto, leciona em uma escola municipal de Avanhandava. O interessante é que a história política do município mostra que nenhuma mulher que passou pela Câmara ocupou o cargo por mais de uma Legislatura. Pessoas ouvidas pela reportagem gostaram da eleição de duas mulheres para o Poder Legislativo. Algumas até preferem a presença de mais mulheres ocupando o cargo de vereador. (OV)

Foto: Rosmeri Garcia teve 216 votos

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2020 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.