Classificados

VÍDEOS

Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar
Residência pega fogo em Penápolis

CLIMA

Tempo Pen�polis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endere�o Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

17/01/2015

Av. Rui Barbosa: Grande bolsão de motos gera reclamações

Rafael Machi
Detalhes Not�cia
Além de ocupar grande área, o bolsão de motos na Rui Barbosa é pouco ocupado por motocicletas

DA REPORTAGEM

A mudança de bolsões de motos na avenida Rui Barbosa, próximo ao Mercadão Municipal, realizada na última semana pela Secretaria de Trânsito e Mobilidade Urbana de Penápolis, tem gerado reclamações por partes de alguns comerciantes do local. Segundo eles, um dos bolsões que foram instalados entre a rua Irmãos Chrisóstomo de Oliveira e a rua Anchieta seria muito extenso, e prejudica o estacionamento dos clientes e também a carga e descarga de produtos. Neste trecho, no lado de estacionamento que abrange os estabelecimentos do Mercadão - próximo ao cruzamento com a rua Irmãos Chrisóstomo - foram sinalizadas vagas de estacionamentos para um grande número de motos em uma faixa de cerca de 50 metros. Depois deste bolsão existem vagas para poucos carros, sendo que antes de terminar o mesmo quarteirão – cruzamento com a rua Anchieta, existe um novo espaço para motos, e no seu prolongamento, um terceiro bolsão de motos foi instalado. 
Para o comerciante Antônio César Marinho, existe um exagero na quantidade e tamanho do bolsão instalado defronte seu estabelecimento. “Fui prejudicado porque aqui paravam meus clientes que traziam aparelhos eletrônicos para manutenção, com a diminuição de vagas para veículos neste quarteirão eles terão dificuldade em encontrar onde estacionar e serei prejudicado, pois eles não vão querer carregar um aparelho pesado num local distante”, disse. O açougueiro Harley Jobson Silva Alves possui um estabelecimento também defronte ao grande bolsão e, assim como os demais, também se sente prejudicado. “Achei um exagero para uma área comercial e onde já existem outros bolsões tão próximos. Poderiam ter colocado na rua Irmãos Chrisóstmo, onde o número de estabelecimentos comerciais é bem menor. Em qualquer horário que se passe aqui, é visível que nem mesmo a metade do número de vagas está sendo ocupadas por motociclistas”, enfatizou. 

Segurança
Entre os comerciantes, o que mais se sente prejudicado é o senhor Ademir Negrini Moreno. Com seu estabelecimento instalado no Mercadão, ele comercializa acessórios para pescas e também armas e espingardas. Segundo ele, todo o armamento comercializado possui registro e a loja precisa conter um espaço de segurança para o armazenamento do material. Para ele, o maior problema ocorre com a carga e descarga. “Quando chega uma nova carga de armas existe todo um trabalho de escolta com equipes que precisam parar perto da loja para que tudo seja guardado com segurança e rapidez, mas com este bolsão como isso será feito, pois vão precisar parar ainda mais longe da loja”, explicou. Para ele, a diminuição dos bolsões existentes no quarteirão seria a melhor solução. “É muito estacionamento para pouca moto, solicitamos a diminuição deste bolsão ou até mesmo sua remoção para a rua Irmãos Chrisóstomo de Oliveira,  próximo do Museu do Sol, onde quase não há estabelecimentos comerciais”, opinou. 

Secretaria
A Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Penápolis informou que segundo o secretário de Trânsito, Luiz Carlos Martins Teixeira, nos estudos feitos nas semanas anteriores à sinalização, foi constatado uma quantidade de motocicletas que exigia uma área reservada daquela proporção, entretanto, nos primeiros dias de uso, o número de motos estacionadas no bolsão tem sido inferior ao que foi registrado no estudo. A assessoria informou que na próxima semana, a Secretaria de Trânsito e Mobilidade Urbana fará uma nova pesquisa na avenida para que seja reservada uma área para carga e descarga, para que o comércio local não seja prejudicado.

(Rafael Machi)

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2021 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade