Classificados

VÍDEOS

Apaixonados por carros antigos se reúnem em Penápolis
Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar

SUA OPINIÃO

Você tem optado por compras através da internet?


CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

26/05/2013

Audiência Pública define propostas de cuidados com animais

Imprensa/Câmara
Detalhes Not�cia
Audiência pública realizada pela Câmara Municipal definiu 8 propostas

Num período de 30 anos, poderá haver mais cães e gatos do que população humana. O alerta foi promovido sexta-feira pelo deputado estadual Feliciano Filho, durante audiência pública em defesa de políticas públicas para animais, realizada pela  Câmara Municipal de Penápolis, a pedido do vereador Lucas Casella (PV). Os dados repercutidos pelo parlamentar são de estudos da USP feitos em São Paulo. A pesquisa aponta que de 2004 a 2010, enquanto a população humana cresceu 3,5%, a canina aumentou 60% e a felina, 152%. “Cuidados com os animais são questões humanitárias, de saúde e de meio ambiente”, considerou Feliciano Filho.

A audiência pública na Câmara Municipal contou com dezenas de participantes de Penápolis, Andradina, Avanhandava, Birigui, Promissão e Auriflama. O vereador Lucas Casella  pediu audiência pública diante dos perigos de um crescimento exagerado de animais e descuidos com o segmento, o que causaria colapsos  na saúde e Associação Protetora de  Animais de Penápolis (APAP). O deputado Feliciano Filho se comprometeu a lutar por recursos para castração de cães e gatos  e a apoiar a estruturação de um Hospital Municipal Veterinário na cidade.

A presidente da APAP, Cyana Maciel, disse que está mais confiante em mudanças com  crescimento da conscientização da população nos cuidados com animais.

O secretário municipal de Saúde de Penápolis, Alex Marque Cruz, repercutiu dificuldades de recursos financeiros e defendeu a união do poder público com o setor de voluntários para avanços nos cuidados aos animais.

A audiência pública  definiu 8 propostas: busca de recursos, realização de parcerias com faculdades estaduais  ligadas ao assunto para atendimento de animais, parcerias com as faculdades particulares para convênio de fisioterapia e equoterapia, criação de um Consórcio Intermunicipal voltado para animais, criação de uma defensoria  de animais, elaboração e envio de uma  Moção de Apoio ao Senado  Federal para aumento de pena  a maus tratos contra os animais, realização de uma Conferência Municipal de Proteção aos Animais  e criação de uma comissão provisória ou permanente  de proteção aos animais.

Imprensa/Câmara

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2019 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.