Classificados

VÍDEOS

Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar
LIVE SOLIDÁRIA BANDA TUNA

CLIMA

Tempo Pen�polis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endere�o Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

06/04/2019

Acusados de golpes em Barbosa são presos pela Polícia Civil

Imagem/LazaroJr. - Hojemais Araçatuba
Detalhes Not�cia
Acusados de golpes em Barbosa e outras cidades foram presos em Araçatuba

DA REPORTAGEM

A Polícia Civil de Araçatuba prendeu três homens acusados de integrarem uma quadrilha especializada em aplicar golpes no comércio utilizando documentos falsos. 
As prisões ocorreram na manhã desta quinta-feira (04). Eles são acusados de praticarem alguns dos golpes contra um posto de combustíveis de Barbosa e uma casa de materiais de construção de Pereira Barreto, o que teria causado um prejuízo estimado em R$ 13 mil para cada uma das empresas, entretanto, existe a suspeita de que os acusados tenham movimentado mais de R$ 200 mil em compras em empresas, mas sem o devido pagamento.
Entre os presos está um autônomo de 22 anos, morador em Araçatuba e o irmão dele, de 21, mas que seria morador de Bartioga (SP). Além deles, um morador de Birigui, de 53 anos, também está detido. Ele seria o líder do grupo.
As investigações feitas pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Jales, teve início no ano passado depois que o grupo teria aplicado golpe a uma madeireira daquela cidade. O grupo teria comprado cerca de R$ 7 mil da empresa com pagamento programado através de boleto, mas o débito nunca foi quitado. Além disso, a empresa informou que não conseguiu mais contato com o telefone informado na compra. Os golpistas realizavam diversos trâmites, como a abertura de CNPJs, e entravam em contato com a empresa para efetuarem as compras. Como não havia restrições no respectivo nome, a venda era liberada com pagamento feito através de boletos, porém, não eram efetuados. 

Golpes
Na cidade de Barbosa, o grupo aplicou golpe em um posto de combustíveis no ano passado ao comprar cerca de quatro mil litros de óleo diesel do estabelecimento. 
A compra teria sido efetivada com o pagamento em dois cheques no valor de R$ 6,3 mil cada, sendo que eles não foram aceitos pelo banco e o combustível retirado em tanques que estavam em um caminhão.
A investigação mostrou que o proprietário do posto chegou a fazer contato com um dos acusados, que se mostrou surpreso com a informação de que o cheque teria sido recusado, entretanto, depois do primeiro contato, ninguém mais foi encontrado. 
Na cidade de Pereira Barreto, os golpistas adquiriram cerca de R$ 13 mil em mercadorias, que também haviam sido retiradas com um caminhão. O golpe ocorreu da mesma maneira, com pagamento através de cheques sem fundos. Em contato com um dos golpistas a empresa, foi informada de que apresentasse novamente os cheques ao banco, mas depois disso os golpistas não foram mais encontrados. A polícia investiga agora o que teria sido feito com o material comprado e se há mais pessoas envolvidas nas ações. 
A suspeita é de que mais de 30 golpes como estes tenham sido aplicados no comércio de cidades da região.

(Rafael Machi)

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2021 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade