Classificados

VÍDEOS

Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar
LIVE SOLIDÁRIA BANDA TUNA

CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

02/06/2016

Acusado de matar industriário a tiros é ouvido pela polícia

DA REPORTAGEM

A Polícia Civil de Penápolis já ouviu o acusado de atirar e matar o industriário Jucelino da Silva, de 35 anos, após uma briga em um bar ocorrido no bairro Dois Irmãos na madrugada do último domingo (29). O acusado, um motorista de 37 anos, se apresentou na tarde de terça-feira (31) na Delegacia do Município e foi ouvido pelo delegado Jovair Marcos Grupo, responsável pelas investigações. O motorista esteve acompanhado de seu advogado e prestou sua versão sobre os fatos, entretanto, o delegado não revelou o depoimento dele. Depois de ser ouvido, o rapaz foi liberado, já que não houve o flagrante.
De acordo com o delegado, o depoimento do motorista era fundamental para que o caso continue sendo investigado. “Agora que ouvimos o rapaz, ainda farei a oitiva de algumas testemunhas que faltam para darmos prosseguimento ao inquérito e o finalizar o quanto antes”, comentou. O delegado não revelou qual teria sido o motivo da discussão entre o motorista e a vítima.

O caso
Na madrugada de domingo, segundo o Boletim de Ocorrência, a vítima estava no bar junto com o irmão, um sapateiro de 37 anos, quando resolveu ir ao banheiro, onde teria se iniciado uma discussão entre a vítima e o acusado. Depois disso, o motorista saiu do local dizendo que iria buscar “o que ele estava querendo”. Algum tempo depois, a vítima e seu irmão saíam do bar e, ao atravessarem a rua, perceberam a aproximação de um veículo VW Gol, que parou próximo deles. Do carro, desceram o motorista e seu filho, que teria entrado em luta corporal com Silva, momento em que o motorista sacou uma arma e passou a atirar contra o industriário. Os disparos atingiram também seu próprio filho, que precisou ser internado na Santa Casa de Araçatuba, enquanto Silva não resistiu aos ferimentos e morreu.

(Rafael Machi)

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2020 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.