Classificados

VÍDEOS

LIVE SOLIDÁRIA BANDA TUNA
Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar

CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

09/06/2021

Acidente em rodovia continua sendo investigado e corpos não são identificados

Imagem/Arquivo/DIÁRIO
Detalhes Not�cia
Veículos envolvidos no acidente ocorrido há um mês ficaram completamente destruídos; corpos ainda não foram identificados

DA REPORTAGEM

A Polícia Civil segue investigando o acidente ocorrido na rodovia Raul Forchero Casasco (SP-419), em Luiziânia, onde quatro pessoas morreram carbonizadas em uma colisão frontal entre dois veículos. Hoje (9), o acidente completa um mês e exames continuam sendo realizados para a identificação das vítimas. 
Em nota enviada pela assessoria de imprensa da SSP (Secretaria de Segurança Pública), a informação é que as “investigações seguem em andamento, sem novidades no momento”.
A Superintendência da Polícia Técnico-Científica recolheu materiais genéticos dos envolvidos e familiares, encaminhando para o IC (Instituto de Criminalística) de São Paulo para confronto genético. A secretaria não definiu um prazo para que o procedimento seja concluído e os corpos permanecem no IML (Instituto Médico Legal) de Araçatuba, não sendo liberados para velório e sepultamento.

Acidente
O grave acidente ocorrido durante a madrugada, acabou vitimando fatalmente quatro pessoas.
Como os corpos foram carbonizados, apenas uma das vítimas havia sido reconhecida, entretanto, todos os corpos foram encaminhados para reconhecimento oficial. Apesar disso, sabe-se que todos os envolvidos seriam dos distritos de Jatobá e São Martinho D’Oeste, em Alto Alegre.
De acordo com a Polícia Militar Rodoviária, após informação de um acidente de trânsito com vítimas na estrada, a equipe encontrou dois carros atravessados no meio da pista, não sendo possível verificar como teria acontecido o acidente. No local onde ocorreu a colisão uma das pistas tem duas faixas e é proibido ultrapassar.
Os veículos estavam em chamas, e um caminhão pipa foi usado para apagar o incêndio até a chegada do Corpo de Bombeiros. Como os dois carros ficaram totalmente destruídos, inclusive as placas, eles não foram identificados no boletim de ocorrência. Entretanto, segundo o que foi apurado, poderia se tratar de um veículo GM Corsa Hach e um Fiat Palio.
Peritos do Instituto de Criminalística (IC) estiveram no local e um laudo ainda deve ser emitido sobre o acidente.
No dia seguinte ao acidente, o prefeito de Alto Alegre, Carlinhos Sussumi (MDB) decretou luto oficial de três dias na cidade. No decreto, ele considerou a comoção geral da comunidade pela proporção do acidente e o sentimento de solidariedade aos familiares pela perda dos quatro moradores. 

(Rafael Machi)

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2021 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade