Classificados

VÍDEOS

Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar
Residência pega fogo em Penápolis

CLIMA

Tempo Pen�polis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endere�o Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CIDADE & REGIÃO

25/01/2012

'Buracos de janeiro' geram reclamações de munícipes

Rafael Machi
Detalhes Not�cia
‘Cratera’ na avenida João Antônio de Castilho continua preocupando moradores e comerciantes próximos

DA REPORTAGEM

Durante o verão aumenta consideravelmente as chuvas em todo o país, incluindo a região de Penápolis, e em decorrência do grande volume de água começam a aparecer também uma grande quantidade de buracos nas ruas da cidade, aumentando os riscos de acidentes. Os munícipes têm reclamado da buraqueira que pode causar prejuízos para os motoristas. Muitos deles tiveram rodas amassadas, problemas com os amortecedores e outras peças de seus veículos. Alguns buracos viraram motivos de chacotas contra a administração municipal, como no bairro Cidade Jardim, onde os moradores colocaram uma placa sobre um buraco no cruzamento da avenida Orestes Soares de Morais com a rua Giocondo Verri, citando o prefeito João Luis. No mesmo bairro, outra rua que tem gerado reclamações é Bolívar Siqueira. Segundo alguns munícipes que procuraram a reportagem do DIÁRIO a situação se agrava no trecho do cruzamento com a avenida Augusto Buzembai onde se acumula muita água e os buracos aumentaram, causando prejuízos aos veículos. Outro grande buraco que tem gerado reclamações dos munícipes é o da Avenida João Antônio de Castilho com a rua Salin Sayeg. Os comerciantes dos arredores estão preocupados, a cada dia ele está aumentando, pois está sobre a galeria de água do córrego Santa Leonor que deságua no córrego Maria Chica, o que pode causar acidentes. O buraco é profundo, a terra foi levada pela enxurrada deixando apenas a camada de asfalto que pode ceder com o peso de um veículo ou de uma motocicleta.

Ruas Intransitáveis
As reclamações dos moradores não se restringem somente aos buracos de ruas asfaltadas, mas também àquelas que não possuem asfalto, pois ficam quase que intransitáveis, deixando os moradores praticamente ‘presos’ dentro de casa em dias de chuvas mais intensas. É o que tem acontecido com os moradores da rua Guilherme Lang, bairro Mirage Recreio. O problema é antigo e já foi alvo de reportagem do DIÁRIO, mostrando que os moradores estão insatisfeitos com as condições do local. Eles informaram que há anos tentam um acordo com a Prefeitura para que o problema seja resolvido. “A avenida é muito ruim, existem muitas pedras e buracos, os carros não conseguem passar, já tive prejuízos com meu veículo por conta disso, sem contar os dias de chuva quando a lama toma conta de tudo”, afirmou o morador Wesley Vicente Rocha da Silva.

Resposta
Para o Secretário de Obras, Francisco Gomes Garcia, o Chiquinho, realizar obra de tapa buracos no período em que as chuvas são muito freqüentes se torna algo inviável. “Quando se tampa um buraco que esteja úmido com as chuvas, o trabalho é em vão, já que a massa asfáltica poderá se diluir e com isso se desmanchar em questão de dias, perde-se o material e mão de obra’, comentou. Ele informou que a Prefeitura tem conhecimento dos pontos considerados críticos e assim como em outros anos os trabalhos da Secretaria serão concentrados em realizar ‘operações tapa buracos’ após o período de chuvas. “Pedimos paciência para a população, pois assim que tivermos tempo com melhores condições realizaremos o nosso trabalho, sempre dando prioridade para aqueles casos mais urgentes, mas tudo será feito de forma que os buracos sejam tampados adequadamente, proporcionando um trabalho de qualidade e de maior segurança”, ressaltou. Quanto a avenida João Antônio de Castilho, Chiquinho disse que os reparos no local requer cuidados especiais por conta da galeria de água que passa embaixo da via. “Temos que verificar tudo para garantir que não houve danos na galeria, pode haver conseqüências piores no solo, por isso tudo terá que ser feito com cautela conforme as orientações dos engenheiros da Prefeitura”, informou. Quanto a avenida Guilherme Lang, o secretário disse que a situação deve ser discutida entre a Prefeitura e os moradores da região.  

Cuidados
Neste período de chuvas, devido aos buracos, o Corpo de Bombeiros de Penápolis alerta a população para o risco de acidentes. Os motoqueiros são os mais expostos aos perigos, pois quando passam sobre um buraco o risco de cair ao solo é grande, podendo gerar ferimentos no condutor. O perigo pode estar no excesso de velocidade, pois fica difícil ver os buracos no asfalto a tempo de frear o veículo. Em dias de chuva recomenda-se evitar as poças de água, que geralmente, podem esconder um buraco no local, oferecendo perigos de acidentes para motocicletas, veículos e até para pedestre. (Rafael Machi)

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2022 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade