Classificados

VÍDEOS

Apaixonados por carros antigos se reúnem em Penápolis
6º ENCONTRO DE CARROS ANTIGOS DE PENÁPOLIS

SUA OPINIÃO

Você está satisfeito com os nomes que o presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro (PSL), indicou para os Ministérios?


CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

GERAL

05/08/2018

Robôs são “personagens” em documentário sobre fake news

Imagem/Reprodução
Detalhes Notícia

DA REDAÇÃO

Crawlers, Scrapers, Chatbots e Impersonators. A população pode não conhecer esses robôs, mas eles já sabem bastante sobre o comportamento dos milhões de brasileiros com acesso às redes sociais e como os mais de 140 milhões de eleitores podem se comportar durante as Eleições 2018.
Esses quatro exemplos são apenas alguns casos de tecnologias existentes para promover “fake news” e desinformação por meio de inteligência artificial. E o IT&E (Instituto Tecnologia e Equidade) explica o funcionamento de cada um deles e as formas de combate no recém-lançado estudo “Desinformação em Eleições: Desequilíbrios causados pela tecnologia”.
Os robôs serão ‘personagens’ do documentário “Sala da Democracia”, feito em parceria com a Elo Company e a FGV DAPP. A obra de não-ficção está em fase de pré-produção e tem, como fonte de recursos, um financiamento coletivo lançado há poucos dias no Catarse.
Conhecidos também como bots, eles têm funcionalidades distintas com o poder de influenciar a opinião pública e o processo eleitoral: coleta de informações, execução de ações, criação de conteúdos e simulação do comportamento humano. No levantamento, o Instituto também explica que os robôs podem ser amigáveis, desde que forneçam informações úteis.
Um dos ambientes do documentário é a “Sala de Democracia Digital”, um espaço criado pela FGV DAPP (Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getulio Vargas), no Rio de Janeiro. A iniciativa, que também tem o IT&E como parceiro, irá fazer análises de polarização política no universo da internet.
Os resultados serão apresentados em tempo real para organizações e empresas estratégicas dos meios de comunicação tradicionais e independentes, agências de checagem de fatos e autoridades eleitorais.

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2018 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.