Classificados

VÍDEOS

Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar
LIVE SOLIDÁRIA BANDA TUNA

CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

GERAL

13/07/2020

PMs são afastados após policial pisar em pescoço de mulher durante ação em SP

Fantástico/Reprodução
Detalhes Not�cia
Imagens mostram policial pisando no pescoço da mulher

DA REDAÇÃO

Policiais militares filmados agredindo uma mulher em Parelheiros, no extremo sul da capital, foram afastados e o governador João Doria (PSDB) classificou a abordagem como "inaceitável" após a exibição das imagens no Fantástico, da Rede Globo, na noite deste domingo, 12. Na ação, um dos policiais chega a pisar no pescoço da comerciante e a arrastá-la.
As imagens mostram uma abordagem policial realizada após uma reclamação por som alto nas imediações de um bar. O caso ocorreu no dia 30 de maio.
Em entrevista ao programa de televisão, a mulher, de 51 anos, conta que estava trabalhando no bar, quando viu que um policial estava batendo em um amigo. Ela diz que foi empurrada na grade do bar, levou três socos e teve a tíbia quebrada ao levar uma rasteira.
Em uma das cenas, a mulher aparece deitada no chão com o policial pisando em seu pescoço. Depois, ela é algemada e arrastada para uma calçada. Já na calçada, a comerciante é novamente imobilizada pelo pescoço. Desta vez, o policial usa o joelho.
Ao Fantástico, o policial informou que um colega foi agredido pela mulher com uma barra de ferro e, por isso, a comerciante foi contida. Ele afirmou ainda que a ação "foi um meio necessário". A mulher nega.
Nas redes sociais, o governador João Doria disse que as cenas "causam repulsa". "Inaceitável a conduta de violência desnecessária de alguns policiais. Não honram a qualidade da PM de SP".
Em nota, a Secretaria da Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) informou que um inquérito policial militar (IPM) foi instaurado em 30 de maio e que os policiais já foram afastados. Eles vão ficar fora das atividades operacionais até o fim das investigações. (Com Estadão Conteúdo)

VEJA TODAS AS NOT�CIAS

© Copyright 2020 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.